Wall Street começa semana a valorizar

A incerteza relativa à aplicação da reforma fiscal tem deixado os investidores com pouca vontade de arriscar mas hoje os principais índices terminaram a sessão a valorizar.

Reuters

Os principais índices norte-americanos fecharam a valorizar depois de algumas sessões com perdas devido sobretudo à incerteza dos investidores relativamente à aplicação da reforma fiscal de Trump.

Hoje, o Standard & Poor’s 500 concluiu a sessão com uma valorização de 0,10% para 2.584,85 pontos, um resultado que foi possível graças aos títulos dos bens de consumo.

O Dow Jones também conseguiu fechar no verde, com uma valorização de 0,08% para 23.439,97 pontos e o tecnológico Nasdaq Composite conseguiu somar 0,10% para 6.757,60 pontos.

Recomendadas

Wall Street fecha mista em dia de Farfetch

O Dow Jones fechou em alta em contra-mão com os Nasdaq e S&P. A estreia de bolsa da Farfetch é um dos destaques em Wall Street, tendo a procura levado a uma subida do preço da ação face ao preço da colocação no IPO (oferta pública inicial).

Farfetch vale 7,02 mil milhões de dólares em bolsa

No lançamento do IPO, as ações da empresa valiam 20 dólares (17,03 euros), mas no final da sessão fecharam com uma cotação de 28,5 dólares. Ao fecho da sessão, a Farfetch tinha uma capitalização bolsista de 7,02 mil milhões de dólares (6,13 mil milhões de euros).

Bolsa de Lisboa fecha em terreno negativo em contra-ciclo com a Europa

A família Sonae, a Mota-Engil e a Pharol estragaram a sessão da bolsa lisboeta ao registarem quedas acima de 3%. A maioria das praças europeias encerrou em alta, com os índices ibéricos a registarem performances inferiores aos pares. O Euro Stoxx 50 registou a décima sessão consecutiva de valorização.
Comentários