Wall Street fecha em alta após novas tarifas anunciadas pela China

A marcar a sessão do mercado acionista norte-americano estiveram as novas tarifas anunciadas pela China sobre os produtos norte-americanos, no valor de 64 mil milhões de dólares.

A bolsa de Nova Iorque encerrou sessão esta segunda-feira, dia 6 de agosto, em terreno positivo. A marcar a sessão do mercado acionista norte-americano estiveram as novas tarifas anunciadas pela China sobre os produtos norte-americanos, no valor de 64 mil milhões de dólares.

O índice industrial Dow Jones, referência para o mercado norte-americano e mundial, somou 0,16%, para 25.502,18 pontos, o financeiro S&P 500 valorizou 0,35%, para 2.850,32 pontos e o Nasdaq apreciou 0,61%, para 7.859,68 pontos.

As preocupações do investidores voltam a centrar-se na tensão comercial entre os Estados Unidos e a China. Em causa está o anúncio de novas tarifas aduaneiras anunciadas pela China na passada sexta-feira, no valor de 64 mil milhões de dólares (cerca de 55 mil milhões de euros). A medida foi anunciada depois de a Administração Trump ter ponderado um aumento das tarifas sobre produtos chineses de 10% para 25%.

No setor petrolífero, o Brent ganha 0,63%, para 73,67 dólares por barril, e o crude WTI valoriza 0,57%, para os 68,88 dólares.

No mercado cambial, o euro perde 0,11% para 1,155 dólares e a libra deprecia 0,45%, para 1,294 dólares.