Wall Street fecha em alta com Dow Jones a ganhar 0,25%

A bolsa de Nova Iorque fechou hoje em alta, apoiada por uma desvalorização acentuada do dólar, com o principal índice, o Dow Jones, a ganhar 0,25% para os 24.837,51 pontos.

Crash de 25% em Wall Street

De acordo com os dados definitivos de fecho, o tecnológico Nasdaq encerrou a valorizar 0,16% para os 6.950,16 pontos e o alargado Standard and Poor’s 500 subiu 0,18% para as 2.687,54 unidades.

Desde o início do ano, o Dow Jones estabeleceu 71 recordes, algo que nunca tinha acontecido desde a criação do índice em 1896, segundo Howard Silverblatt, da S&P Dow Jones Indices.

“Não há tomadas de ganhos nesta altura, os gestores de portefólios parecem satisfeitos com os seus investimentos”, acrescentou o analista.

Os índices de Wall Street continuaram hoje a somar ganhos beneficiando da queda acentuada do dólar, que recuou face a uma série de divisas estrangeiras.

Recomendadas

Inflação na Argentina vai atingir novo pico este mês, segundo ministro do Tesouro

O peso valorizou 13% em outubro para 36,54 por dólar norte-americano. No entanto, a moeda continua 49% mais fraca em relação ao dólar no acumulado de 2018.

“Fusões em Portugal já deviam ter começado há bastante tempo”

No programa Decisores desta semana, o tema é a compra da gestora de fundos Optimize pela DiF Broker. Os líderes das duas empresas explicam como o poder dificulta as fusões no setor.

DBRS mantém ‘rating’ da Madeira em “lixo”

À segunda avaliação da região autónoma, a agência de notação financeira canadiana anunciou que o ‘rating’ se mantém em “BB”.
Comentários