Wall Street fecha em queda com dados da inflação

A bolsa fechou influenciada pela inflação. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) dos EUA caiu para 1,9% em dezembro, de acordo com dados publicados nesta sexta-feira pelo Departamento do Trabalho dos EUA, o que tem impacto no dólar.

Traders work on the floor of the New York Stock Exchange (NYSE) in New York City, U.S., June 25, 2018. REUTERS/Brendan McDermid – RC16FA991C70

A bolsa de Nova Iorque fechou com ligeiras quedas, no dia em que ficou conhecida a inflação de dezembro.

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) dos EUA caiu para 1,9% em dezembro, de acordo com dados publicados nesta sexta-feira pelo Departamento do Trabalho dos EUA, o que tem impacto no dólar. O euro valoriza 0,30% para 1,1465 dólares.

O Dow Jones caiu 0,02% para 23.995,95 pontos; o S&P 500 desceu 0,02% para 2.596,17 pontos. O Nasdaq deslizou 0,21% para 6.971,477 pontos.

Apesar da queda na sessão os índices fecham a semana com um ganho de 2%.

Dentro do Dow Jones, a Pfizer tem sido a empresa mais animada, com um aumento de 1,28%; à frente da UnitedHealth (1,12%) e da Intel (0,76%). No lado oposto da tabela, o título mais punido foi o Walgreens (-1,06%), seguido pela Apple (-0,98%) e pela Chevron (-0,83%).

Por sua vez, no mercado de commodities, o petróleo do West Texas caiu 1,75% no fecho do mercado norte-americano, para 51,67 dólares.

Ler mais
Recomendadas

“Mercados em Ação”: Veja aqui em direto o programa desta semana

Acompanhe o “Mercados em Ação” em direto todas as quintas-feiras, às 21h00, no site e nas redes sociais do Jornal Económico. E reveja-o através da plataforma multimédia JE TV.

Tecnológicas animam Wall Street

A Apple teve um dia particularmente positivo nos mercados ao valorizar 3,68%, dias antes do evento, marcado para dia 25 deste mês, no qual a empresa de Cupertino vai anunciar uma televisão e um serviço de vídeo.

EDP e EDP Renováveis elevam PSI20. Praças europeias encerram mistas

O principal índice bolsista português encerrou a sessão desta quinta-feira com uma ligeira subida 0,04%, para 5.267,78 pontos. As congéneres europeias terminaram com diferentes tendências face a decisão do FED apenas conhecida ontem após o fecho dos mercados na Europa.
Comentários