Zuckerberg entre os 87 milhões de perfis usados pela Cambridge Analytica

Fundador do Facebook afirmou perante o Congresso americano que os seus dados de utilizador da rede social estavam entre os 87 milhões usados pela Cambridge Analytica.

“Sim”. Foi desta maneira que Mark Zuckerberg respondeu aos congressistas norte-americanos, quando lhe perguntaram se os seus dados de utilizador do Facebook se encontravam entre os 87 milhões de utilizadores no escândalo da Cambridge Analytica.

De acordo com o “Business Insider” durante a segunda sessão da audiência em Washington que se está a realizar esta quarta-feira no Congresso dos EUA, Zuckerberg foi confrontado com várias perguntas da congressista Anna Eshoo, sobre a responsabilidade do Facebook para com os seus utilizadores.

Anna Eshoo exigiu que o fundador da rede social utiliza-se como resposta apenas “sim” ou “não”, durante os quatro minutos que lhe tinham sido atribuídos para fazer as questões. Mark Zuckerberg irá responder a 55 perguntas de membros do Comité da Câmara de Energia e Comércio, sobre a responsabilidade do Facebook com os seus utilizadores e os escândalos relacionados em que a empresa poderá estar envolvida.

Relacionadas

“Pode partilhar connosco o nome do hotel onde ficou ontem à noite?”. A pergunta que Zuckerberg demorou seis segundos a responder

A determinada altura da audição, o senador Durbin dirigiu-se a Mark Zuckerberg com uma pergunta que surpreendeu o Congresso. Esta foi a reação do fundador do Facebook.

Zuckerberg vai ao Congresso norte-americano e já tem tática definida

Presidente do Facebook já está em Washington e esteve reunido com alguns dos congressistas numa primeira abordagem sobre os trabalhos que vão decorrer na quarta-feira.
Recomendadas

Irão diz que o seu petróleo não vai deixar de chegar aos mercados

Em causa estão as sanções impostas pelos norte-americanos, que serão mais severas a partir de novembro. China e Índia, principais clientes do Irão, não vão cumprir o embargo que Trump quer impor.

Prioridade da bicicleta como meio de transporte vai ser inscrita na Constituição da Suíça

Três em cada quatro eleitores suíços aprovaram em referendo a introdução de um novo princípio constitucional: a prioridade da bicicleta como meio de transporte, mediante políticas públicas focadas nesse objetivo e melhoria das infra-estruturas.

Um negócio de luxo: Michael Kors vai comprar Versace por 1,7 mil milhões

Versace, a casa de moda italiana fundada por Gianni Versace há 40 anos, vai ser comprada por Michael Kors por 2 mil milhões de dólares.
Comentários