Ensaios

A mudança da nossa era

A transição imediata para uma economia digital poderá trazer benefícios a curto prazo, criando maior resiliência financeira para as empresas, e poderá tornar-se definitiva. Isto irá implicar uma transição do mercado de trabalho, que não será isenta de impacte.

Quanto tempo demoram os mercados a recuperar?

Apesar de o mundo ter passado por duas grandes guerras mundiais, pela Grande Depressão, pela grande crise financeira de 2008 e por uma série de recessões, tem sido muito mais seguro investir numa coleção diversificada de negócios do que investir em títulos indexados às moedas, como são as obrigações.

O conhecimento enquanto arma fundamental

Em 2018, o estudo “Women in Tech Index” revela que Portugal está em primeiro lugar no ranking de igualdade de género nas indústrias tecnológicas. Porém, a percentagem de trabalhadores do sexo feminino na indústria tecnológica é de apenas 16%.

Vozes silenciadas

Certos grupos, dada a organização social existente, sempre estiveram consignados ao silêncio. Não porque não tivessem voz, não fossem parte daquela sociedade, ou não contribuíssem para o seu quotidiano, mas simplesmente porque a sua voz era silenciada por quem podia fazê-lo.

Em defesa de uma ética das relações assimétricas

Nenhum humorista a intervir no espaço público tem de sentir diminuída a sua capacidade de satirizar, com a dose de ofensa que isso possa implicar, mas de modo nenhum pode, por isso, achar que não vai ser criticado e, caso o assunto seja suficientemente grave, até boicotado. Censura e crítica não são a mesma coisa.

Rumos da criminalidade

A meio do século passado, a proporção dos crimes contra as pessoas ainda prevalecia sobre a dos crimes contra a propriedade, e os níveis elevados de crime violento face aos países europeus eram alimentados sobretudo pelos homicídios em meio rural.
Ver mais artigos