Ensaios

Habitar na pandemia e a ideia de casa

A desigualdade torna-se uma realidade mais crua quando confinados nas nossas casas tão desiguais. Estarão garantidas as condições para o trabalho e estudo em casa que estão a ser exigidos? Esta espécie de uberização das nossas casas, por decreto de contingência, é sentida de forma muito desigual e exige resposta de solidariedade.

A alimentação dos portugueses: desafios pós-pandémicos

A Covid-19 acabou por acelerar tendências que vinham de trás e obrigou a se equacionar a transformação da alimentação atual para um sistema de produção e consumo mais robusto e resiliente, preparado para responder a futuros riscos sistémicos globais.

A ascensão dos mercados financeiros “bonsai”

Os fundos de investimento de grande dimensão estão a despertar para os princípios de investimento sustentável, não apenas pela questão ambiental, mas também da responsabilidade social e do governo das sociedades. A dimensão do mercado de investimento ESG deverá assim continuar a crescer significativamente.

Afinal para que vai servir o Euro Digital?

O Euro Digital tem vantagens potenciais enormes para os bancos centrais, não estando isentos de risco para a banca e os outros actores do sistema financeiro em geral. Participar na consulta pública e contribuir para a discussão é, pois, importante.

A cidade e a pandemia – a importância de fazer lugares

O “back to basics” que o novo normal imprime aos quotidianos significa sacrificar o que a cidade proporciona além do trabalho e do descanso: os cafés e os cinemas, os espectáculos, de artes, mas também desportivos, acontecimentos culturais em geral. Não sendo vitais para sobrevivermos, são essenciais para fazer lugares.

Estado, religião e pandemia: cooperação ou iliteracia?

Na impossibilidade de reunir para o culto, as diferentes comunidades católicas, e de outras confissões, passaram a difundir celebrações sem a presença física das comunidades, através das redes sociais. O fenómeno tem sido lido de forma plural: alguns veem aqui o rasto da destruição das comunidades e da dissolução da experiência ritual; outros preferem ler esta experiência inédita como uma oportunidade para construir novas redes de sociabilidade.
Ver mais artigos