65 cidades portuguesas vão participar na Semana Europeia da Mobilidade

Portugal, que é um participante pontual e recorrente, soma 65 as cidades portuguesas inscritas nesta iniciativa, de Norte a Sul do país, incluindo as Regiões Autónomas.

Esta quarta-feira dá-se inicio à 19.ª Semana Europeia da Mobilidade, a campanha anual da Comissão Europeia que promove uma mobilidade urbana limpa, sustentável e sem emissões de gases nocivos.

Para a edição deste ano, que decorre de 16 a 22 de setembro, a organização conta já com com a participação de milhares de cidades em mais de 40 países. Portugal, que é um participante pontual e recorrente, soma 65 as cidades portuguesas inscritas nesta iniciativa, de Norte a Sul do país, incluindo as Regiões Autónomas.

Entre as iniciativas incluem-se o já famoso dia sem automóveis, em que as ruas estão fechadas ao tráfego motorizado e abertas para peões e transportes alternativos (bicicletas ou trotinetes elétricas).

Além disso, em cooperação com a campanha, a rede europeia de forças policiais de trânsito (ROADPOL) está a organizar uma nova campanha de segurança rodoviária — as Jornadas da Segurança ROADPOL. As forças policiais nacionais vão registar o número de mortes na estrada em 17 de setembro, com o objetivo de atingir zero mortes nesse dia.

Este ano, o tema “mobilidade sem emissões para todos” reflete não só os ambiciosos objetivos do Pacto Ecológico Europeu de um continente que ambiciona ser neutro em termos de emissões de carbono até 2050, mas também a importância, muitas vezes ignorada, da acessibilidade aos transportes sem emissões.

Recomendadas

Associações empresariais contestam duplicação da taxa de gestão de resíduos

O Governo aprovou na passada quinta-feira, dia 17 de setembro, em Conselho de Ministros, uma alteração ao regime geral de gestão de resíduos, aumentando o valor da taxa de gestão de resíduos (TGR), de 11 euros por tonelada, para 22 euros por tonelada, a partir de janeiro de 2021.

Pacto Português para os Plásticos quer reiventar o uso deste material

‘Vamos Reinventar o Plástico’ é o mote da campanha do Pacto Português para os Plásticos, que arranca hoje [dia 18 de setembro] e que pretende sensibilizar os consumidores portugueses para uma utilização responsável do plástico.

António Guterres pede aos governos para não apoiarem indústrias de combustíveis fósseis

“Ou podemos investir nas tecnologias do futuro, energia renovável, soluções baseadas na natureza, transporte sustentável e tecnologias verdes”, acrescentou o secretário-geral da ONU, dizendo que apenas este último é o caminho “racional”.
Comentários