Premium70 anos da Santini. Como a teoria do Big Bang se pode aplicar aos gelados artesanais

Desde o avô Attilio, desde a Cortina d’Ampezzo, a história da mais famosa gelataria portuguesa está a comemorar a partir desta semana o seu 70.º aniversário e já vai para a quarta geração dentro da família. O grande salto de expansão da cadeia foi dado, há cerca de 12 anos, com a parceria com a família Botton. Os novos desafios passam por mais lojas em Lisboa, Porto e Algarve, bem como a entrada nos mercados internacionais.

Assim, no dia 26 de agosto de 1949, surgiu a primeira loja de gelados Santini, na acolhedora Praia do Tamariz, tendo sido pouco depois aberta uma segunda loja no centro de Cascais. Desde essa altura, a empresa contou também com o laboratório e com a fábrica, localizada em São João do Estoril. Mas tudo mudou há pouco mais de uma década. “A vida da Santini sofreu uma mudança radical há cerca de 12 anos, com a constituição da parceria com a família Botton”, assinala Eduardo Santini.

Marta de Botton, igualmente administradora da Santini, corrobora. “Depois de constituída a parceria [numa base 50%-50% para cada família], a primeira loja aberta foi no Chiado. Neste momento temos 11 lojas e estamos a preparar-nos para abrir a 12.ª loja, no próximo fim-de-semana, no Centro Comercial das Amoreiras. Temos cerca de 190 colaboradores em época alta, cerca de 170 em época baixa”.

Artigo publicado na edição semanal de 30 de agosto de 2019, do Jornal Económico. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

Vinhos verdes prometem contra-atacar primeira queda nas exportações desde 2004

“Nós aumentámos todos os anos as exportações, desde 2004 até 2019. Este será o primeiro ano em que, de certeza, interromperemos esse ciclo fantástico de crescimento”, afirmou o presidente da comissão de viticultura.

Governo está a negociar mais medidas de apoio à agricultura que podem ir até aos 35 milhões de euros

Maria do Céu Albuquerque anunciou ainda que o Governo está a trabalhar na linha de crédito que foi criada com o Fundo Europeu de Investimento, de cerca de 300 milhões de euros, para alargar os critérios de acesso a investimentos já em execução.

Ministra da Agricultura vai inaugurar mercado digital ‘Prove Viseu Dão Lafões’

O mercado ficará alojado, este ano, na plataforma Dott.pt e é dedicado à comercialização de vinho, queijos, fumeiros, mel, compotas e outros produtos de excelência dos 14 municípios da Comunidade Intermunicipal de Viseu.
Comentários