Mais de 90% da população mundial respira ar poluído, alerta OMS

A Organização Mundial de Saúde indica que vários países em todo o mundo apresentam um número perigosamente elevado de micropartículas poluentes, responsáveis por doenças respiratórias e cardiovasculares.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que 92% da população mundial vive em áreas onde a poluição atmosférica ultrapassa os limites máximos de segurança. A Ásia, a Europa Oriental e algumas partes da África são as áreas mais afetadas.

As pesquisas desenvolvidas pela OMS mostram que em 2012 cerca de 6,5 milhões de pessoas morrem em todo o mundo devido aos elevados níveis de poluição, gerada pelo uso intensivo e preponderante de automóveis, produção de energia e a forte exploração industrial. O número corresponde a cerca de 11,6% das mortes globais, à frente das vítimas de tuberculose, SIDA e mortes na estrada.

A OMS aponta para que vários países apresentam um número perigosamente elevado de micropartículas poluentes (como nitrato, sulfato e dióxido de carbono) no ar.

Estas partículas podem depois concentrar-se no fundo dos pulmões ou mesmo entrar na corrente sanguínea, aumentando o risco de infeções respiratórias agudas e doenças não transmissíveis como AVC, cancro do pulmão e doença pulmonar crónica.

“A poluição atmosférica continua a afetar a saúde da população mais vulneráveis, especialmente mulheres, crianças e as pessoas mais idosas”, afirma Flavia Bustreo, subdiretor da OMS. “Para que as pessoas sejam saudáveis, devem respirar ar puro desde a primeira respiração até à última”.

 

Organização Mundial de Saúde (OMS)
Organização Mundial de Saúde (OMS)

 

De acordo com um mapa divulgado pela OMS os países onde a qualidade do ar é pior situam-se sobretudo no sudeste asiático, médio oriente e norte de África, onde o índice de cores é predominantemente roxo e vermelho. A Organização Mundial de Saúde diz ainda que cerca de 94% do número de mortes que ocorreram nestas áreas estavam relacionadas precisamente com os elevados níveis de poluição.

No reverso da moeda, os EUA, Canadá, Austrália, a Nova Zelândia e os países escandinavos são os países com melhor qualidade de ar.

Ler mais
Relacionadas

Até a neve está contaminada pelos elevados níveis de poluição na China

Níveis de poluição atmosférica em território chinês rondam os 500, quando a partir dos 100 já é considerado nocivo para a saúde.

Londres: Limite anual de poluição ultrapassado nos primeiros cinco dias de 2017

Concentração da substância contaminante “pode representar um risco grave para as pessoas que sofrem de doenças pulmonares”, aviso a representante da Fundação Britânica para o Pulmão.

China começa ano sob manto de poluição com níveis 24 vezes acima do recomendado

A China voltou a acordar envolta num manto de gases tóxicos no primeiro dia do ano. Dezenas de milhares de pessoas foram aconselhadas a permanecer em casa.
Recomendadas

“As pessoas têm medo, até de um simples aperto de mão”. Portuguesa em Itália conta como se lida com o coronavírus

“Na zona de Milão, os supermercados estão completamente vazios e não se encontra máscaras de proteção facial em lado nenhum”, relata ao JE uma jornalista portuguesa que reside na zona da Toscana, perto de Bolonha, região onde, para já, tudo está tranquilo no que diz respeito a casos de coronavírus.

Covid-19: Irão “nega categoricamente” notícias sobre 50 mortes

“Nego categoricamente essa informação” disse à imprensa o vice-ministro da Saúde, Iraj Harirtchi, sobre a informação avançada pelo deputado Ahmad Amirabadi Farahani, que acusou o governo de Teerão de “mentir ao povo”.

Trump vai vender 2,7 mil milhões de euros em helicópteros militares à Índia

A visita do líder norte-americano acontece depois de um ano de atritos comerciais entre os dois países, com a imposição de taxas mútuas e a decisão dos Estados Unidos de retirar a Índia, a partir de junho passado, do Sistema de Preferências Generalizadas, que proporciona reduções tarifárias em vários produtos.
Comentários