A bússola para navegar na transformação digital

A transformação digital é uma realidade. Não obstante, várias empresas estão ainda a tentar perceber o que isso significa para o seu modelo de negócio atual, de que forma devem adaptá-lo a uma realidade em constante alteração ou como otimizá-lo e ser mais competitivo nesta realidade.

A transformação digital é uma realidade. Não obstante, várias empresas estão ainda a tentar perceber o que isso significa para o seu modelo de negócio atual, de que forma devem adaptá-lo a uma realidade em constante alteração ou como otimizá-lo e ser mais competitivo nesta realidade.

Apesar destes desafios, este contexto trouxe também soluções tecnológicas inovadoras que permitem avaliar de uma forma detalhada o modelo de negócio, processos, tempos de resposta e rentabilidade. Estas soluções utilizam técnicas de process mining que permitem desmitificar a realidade, por vezes complexa, dos processos de uma organização através da sua pegada digital, considerando todas as suas variáveis e mapeando-as de forma clara, dinâmica, interativa e adaptável à realidade de cada departamento, processo, organização ou geografia.

As ferramentas de process mining mapeiam os processos de forma praticamente automática, o que permite materializar benefícios em três grandes blocos:
1. Desenho de processos automatizado: através do process discovery assente em process mining obtém-se visibilidade a 100% de todos os casos que constituem determinado processo, sendo muito mais exaustiva do que os manuais de processos que apenas documentam a realidade teórica. Esta sistematização revela-se crítica por exemplo, no planeamento de uma migração ERP SAP para S4HANA, tornando-se este mapeamento num acelerador ao conhecer em detalhe a realidade dos processos assentes no SAP.

2. Validação da conformidade dos processos: a ferramenta de process mining permite comparar qual o nível de conformidade de um processo face ao que a organização definiu. Para a perspetiva de auditoria interna esta validação é fundamental, permitindo estas ferramentas acelerar a análise ao universo de casos e até a monitorização em tempo real.

3. Melhoria de processos: o mapeamento através de process mining permite rapidamente detetar, por exemplo, quais os casos de maior complexidade e morosidade a serem executados e quais as causas para tal. A organização fica assim capacitada para melhor focar os seus esforços nas melhorias a implementar, tais como a introdução de robotização de tarefas num departamento financeiro, a otimização dos tempos de produção de uma fábrica ou a redução do tempo de resposta a clientes.

As ferramentas de process mining trazem uma abordagem analítica inovadora que permite dar total visibilidade sobre a realidade dos processos e identificar problemas e ineficiências escondidas na complexidade do dia-a-dia, revelando-se uma bússola preponderante para navegar na era da transformação digital ao mesmo tempo que transforma a realidade da organização.

Se tem interesse em receber comunicação da EY Portugal (Convites, Newsletters, Estudos, etc), por favor Clique aqui

Recomendadas

Investigação interna ou externa – qual o impacto para as empresas?

Assiste-se cada vez mais ao desenvolvimento e reforço do ambiente de controlo interno das empresas. No entanto, as fraudes aparecem quando e onde menos se espera.

Englobamento de rendimentos de capitais e prediais – Equidade fiscal vs. Incentivo ao investimento

De entre as medidas fiscais inscritas no programa do Governo que poderão vir a ser contempladas no próximo Orçamento do Estado para 2020, aquela que mais mediatização tem vindo a ter é a que respeita à obrigatoriedade do englobamento dos rendimentos de capitais e prediais para efeitos de determinação do rendimento coletável em sede do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Singulares

A procura como indutora da mobilidade do futuro

Em 2040 é esperado que metade dos novos veículos vendidos em todo o mundo sejam conectados e autónomos (1), havendo já nos nossos dias a expectativa que serviço de mobilidade partilhada será a opção preferida de consumo em detrimento da propriedade da viatura (cerca de metade dos Europeus assim o dizem, com variações locais) (2). […]
Comentários