A caminho de decacórnio? Portuense Replai levanta 4,7 milhões e está a recrutar

Startup já encaixou 6 milhões de dólares. A mais recente ronda foi liderada pela britânica Hoxton Ventures e contou também com a Sonae IM, Lux Capital, Sequoia e Accel e outros investidores com ligações à WhatsApp, Unbabel, Anchorage e a Jellysmack.

A startup portuense Replai anunciou esta quarta-feira que levantou 4,7 milhões de dólares (aproximadamente 4 milhões de euros) numa ronda seed (inicial) para expandir o seu portefólio de produtos e aumentar a equipa com pelo menos mais 20 trabalhadores para as áreas de vendas, desenvolvimento tecnológico e marketing.

A ronda de investimento, que perfaz 6 milhões de dólares (na ordem dos 5,2 milhões de euros) em financiamento arrecadado no período de um ano, foi liderada pela britânica Hoxton Ventures e contou também com a Sonae IM, Lux Capital, Sequoia e Accel e outros investidores com ligações à WhatsApp, Unbabel, Anchorage e a Jellysmack.

“Enquanto empresa de capital de risco, focamo-nos apenas em startups que são pioneiras em novas categorias inovadoras. A Replai veio mudar a indústria com a sua plataforma de video intelligence baseada em IA. Têm uma excelente equipa, uma tecnologia disruptiva e uma visão global para escalar até se tornarem o próximo “decacórnio””, antecipa Hussein Kanji, sócio da Hoxton Ventures.

A empresa – que recorre a inteligência artificial para criar vídeos e short-videos sobretudo para a indústria dos gaming, comércio eletrónico, moda e entretenimento – foi fundada no ano passado por João Costa e Francisco Pacheco. A dupla de empreendedores desenvolveu uma plataforma que automatiza a criação de vídeos de curta duração através de algoritmos que analisam vídeos mais longos e extraem deles informação, para ser uma mais-valia para as empresas que querem rentabilizar estes conteúdos multimédia.

Através de inteligência artificial (IA), a Replai conseguiu gerir mais de 2,5 mil milhões de dólares (cerca de 2,2 mil milhões de euros) aplicados em vídeo através da sua plataforma.

Benjamin Junior, manager de Investimento da Sonae IM, espera um “crescimento acentuado” por parte da empresa fundada em 2019 e com sede em São Francisco, até porque se estima que o mercado de conteúdo de vídeo digital tenha potencial para crescer até 327,19 mil milhões de dólares entre 2021 e 2025.

“Está claro que a equipa se destaca na resolução de problemas antigos relacionados com os dados de engagement e de retorno no investimento do vídeo e o atual momento criou uma enorme oportunidade de mercado que acreditamos que a Replai poderá liderar com sucesso”, garante o porta-voz do braço de investimento tecnológico da Sonae.

Recomendadas

Intel faz parceria com a Google Cloud para desenvolver nova classe de chips

Os novos chips permitirão construir centros de dados cheios de poderosos computadores físicos e vendem fatias virtuais dessas máquinas para outras empresas que, por sua vez, obtêm melhor retorno do investimento do que construir as próprias máquinas.

EDP e Sonatrach terminam parceria celebrada em 2007

Na sequência desta decisão, a EDP passa a ter o controlo total da central de ciclo combinado de gás natural Soto 4, em Espanha, com 426 megawatts de capacidade instalada, através da compra da participação de 25% detida pela Sonatrach.

BCP reduz despedimento coletivo para 23 pessoas

O BCP vai assim fechar o ano com menos 811 trabalhadores, revelou o CEO do BCP, confirmando a notícia avançada em primeira mão pelo Jornal Económico.
Comentários