A Justiça é só míope

Cassandra Tolley foi condenada a oito anos de prisão por conduzir embriagada e ferir gravemente um casal. Mas o juiz condenou-a igualmente a ler o Velho Testamento e resumir o Livro de Job…

Em 2018, Emile Ratelband, holandês de 69 anos de idade, quis legalmente mudar a sua idade e fazer desaparecer 20 anos. A coisa acabou em tribunal, onde se queixou de ser discriminado no trabalho em favor dos mais novos e no Tinder, uma app de localização de pessoas para serviços de relacionamentos online: se posso escolher o meu nome, se posso escolher o meu sexo, porque não posso escolher a minha idade?

O juiz negou-lhe a pretensão, não por mudar a idade no papel não mudar nada no problema, mas porque – explicou – há direitos e obrigações relacionados com a idade, como a idade para votar, a idade para beber ou a idade para conduzir, que não devem ser mudados. Imagino onde ele deve ter dito ao tribunal para meter o voto. No mesmo ano, Biola Daniel, Abel Duran e Trekeela Perkins processaram a Tootsie Roll Industries por enganar os consumidores ao deixar algum espaço vazio nas embalagens de Junior Mints. O juiz mandou arquivar o processo numa sentença de 44 páginas a explicar que um cliente normal espera encontrar algum espaço vazio na embalagem.

Em maio de 2012, Jian Feng pôs a mulher em tribunal quando viu a filha recém-nascida, por esta ser muito feia. A mulher confessou então que antes de se casar com ele tinha feito diversas cirurgias plásticas na Coreia do Sul para melhorar a aparência. O juiz condenou-a a pagar ao marido 120 mil dólares. Em março de 2015, Josten Bundy foi preso e levado a tribunal por ter agredido o ex-namorado da sua namorada. No tribunal o juiz Randall Rodgers, de Smith County, Texas, sentenciou Bundy a 15 dias na prisão se não casasse com a namorada. Ele escolheu a pena de prisão mais longa.

O Juiz Judge Michael A. Cicconetti, do Ohio, deu como sentença em escolha a Michelle Murray, que abandonou 35 gatinhos numa floresta no inverno, a prisão ou passar uma noite na floresta também ela. E condenou vizinhos que ouviam música rock em altos berros a ouvir música clássica. Uma mulher que deixava o cão repetidamente no meio de lixo foi condenada a passar oito horas no local mais malcheiroso da lixeira municipal.

Cassandra Tolley foi condenada a oito anos de prisão por conduzir embriagada e ferir gravemente um casal. Mas o juiz condenou-a igualmente a ler o Velho Testamento e resumir o Livro de Job. Tracy McIntosh, neurocirurgião e investigador da Universidade da Pensilvânia de 54 anos, diretor do Head Injury Research Center, drogou e violou uma estudante de 23 anos, em setembro de 2002. O juiz Rayford Means decidiu que o trabalhado académico dele era importante demais para ser mandado para a prisão. Em 2013, no caso que opôs Jean-François Copé e Nathalie Kosciusko-Morizet a Baptiste Fluzin, ou @soymalau, por difamação no Twitter, o juiz condenou Fluzin a “retweetar” um pedido de desculpas 466 vezes. Será que Trump soube?

Ivo Rosa, estás perdoado!

Recomendadas

A imigração é a solução

Estamos perante uma verdadeira emergência demográfica. A solução mais pragmática para o problema passa seguramente pela imigração.

O nosso tardio trio Odemira

O Estado não agiu a tempo para prevenir uma situação vergonhosa. E se é verdade que tudo o que disse o triunvirato ‘Presidente, Governo e Oposição’ estava (quase) certo, também é verdade que foi ‘too little, too late’.

Um ascensor avariado?

A pandemia ajudou a pôr a nu os limites e distorções da lógica mercantilista do neoliberalismo, designadamente em áreas decisivas como a saúde e a educação. Alterou ritmos de vida, conceções de tempo e de espaço e abriu caminho a novas dinâmicas de empreendedorismo e de negócio, mas também estimulou novas patologias sociais e vulnerabilidades.
Comentários