A senhora que se segue no Turismo é Rita Marques, atual CEO da Portugal Ventures

Rita Marques lidera a Portugal Ventures, entidade que resultou da fusão de três Sociedades de Capital de Risco em Portugal – AICEP Capital, InovCapital e Turismo Capital.

A atual CEO da Portugal Ventures, Rita Marques, foi nomeada para assumir o cargo de secretária de Estado do Turismo, integrado no Ministério da Economia, esta segunda-feira, 21 de outubro.

Criada em Junho de 2012, a Portugal Ventures resultou da fusão de três Sociedades de Capital de Risco em Portugal – AICEP Capital, InovCapital e Turismo Capital – e hoje integra o Setor Empresarial do Estado e é responsável pelo investimento público de capital de risco de tipo Venture Capital, desenvolvendo a sua atividade nas mesmas condições e termos aplicáveis a qualquer empresa privada e estando sujeita às regras gerais da concorrência nacionais e comunitárias.

Rita Marques é licenciada (1998) e Mestre (2000) em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores pela Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e possui um MBA (2007) pela University of Southern California, além de diversos programas de alta direção para executivos em Liderança pelos Instituto de Empresa (2018), London Business School (2017), e University of Texas at Austin (2016).

Foi Diretora Executiva da Porto Business School para área de MBAs e Pós-Graduações (2016-2018), Coordenadora da Unidade de Projetos da Universidade do Porto (2008-2016), e Gestora do Mercado Ásia-Pacífico e dos setores de Tecnologias e de Turismo na Agência Portuguesa para o Investimento (2003-2006).

Foi ainda consultora sénior na Microsoft Corporation (2006-2007), nos EUA, e especialista na ANACOM (2001-2003).

É presidente do Conselho Fiscal da Fundação da Juventude (desde 2017). Tem desenvolvido diversos trabalhos de consultoria com entidades públicas e privadas na área da Inovação, Financiamento Público, Internacionalização e Investimento Direto Estrangeiro.

Importa recordar que da equipa de secretários de Estado do ministério da Economia, constam ainda João Neves (secretário de Estado Adjunto e da Economia), João Torres (secretário de Estado do Comércio, Serviços e Defesa do Consumidor) e André de Aragão Azevedo (secretário de Estado para a Transição Digital).

Ler mais
Recomendadas

PremiumAjustes na legislação laboral para teletrabalho

A crise de saúde pública trouxe a necessidade de novas formas e organização de trabalho, em que a imposição do teletrabalho foi a mais notória.

Seis startups e IPSS vencem prémios “Mais Ajuda”

Pixelability – Happies, Speak e The Inventors foram as empresas escolhidas. Quanto às instituições de solidariedade social, conquistaram o júri os projetos da Acreditar, Associação Portuguesa de Crianças Desaparecidas e Associação de Socorros Mútuos Mutualista Covilhanense.

Maioria das empresas portuguesas está sem modelos de ERM

Falar em “enterprise risk management” ainda é um problema para muitos gestores em Portugal. Antecipar cenários é uma ajuda ímpar porque identificam riscos e preveem impactos.
Comentários