Acabou-se o plástico. Embalagens da Tetra Pak passam a ter palhinhas de papel

Com esta nova medida a gigante do setor alimentar torna-se pioneira na Europa. A empresa também anunciou que está a avaliar os avanços técnicos para explorar opções biodegradáveis

A partir de hoje as embalagens de cartão da Tetra Pak nos mercados europeus vêm acompanhadas de palhinhas de papel. Com esta nova medida, a gigante do setor alimentar é a primeira empresa de embalagens a disponibilizar este tipo de palhinhas aos seus clientes nesta região.

De acordo com o comunicado enviado esta segunda-feira, 16 de julho, a empresa também anunciou que está a avaliar os avanços técnicos para explorar opções biodegradáveis  e aumentar a capacidade de produção da sua fábrica de palhinhas em Lisboa.

Estes novos tubos são fabricados com papel certificado pelo Conselho de Gestão Florestal  (FSC, sigla em inglês) e reciclável, tal como a restante embalagem.

“Estamos contentes por termos desenvolvido uma palhinha em papel que é completamente funcional e que cumpre com os padrões de segurança alimentar reconhecidos internacionalmente”, referiu Adolfo Orive, Presidente e CEO da Tetra Pak, na nota. “Este é um passo importante no contexto da nossa visão para a produção de uma embalagem inteiramente produzida com materiais de origem vegetal, contribuindo para uma economia circular com baixas emissões de carbono”.

Outros projetos de desenvolvimento de bebidas sustentáveis da Tetra Pak incluem as tampas não removíveis da embalagem e sistemas integrados de bebidas que permitem beber diretamente da embalagem.

Relacionadas

Sustentabilidade: Produtos que foram criados para tirarem o plástico da equação

A luta para substituir um material que não é biodegradável e deixa uma pegada ambiental cada vez mais pesada está a ser travada por muitos consumidores, mas também por algumas empresas criadas para ajudara alterar mentalidades. Começam a aparecer em Portugal alternativas sustentáveis para mudar hábitos de consumo, um produto de cada vez.

Tetra Pak reduziu em 13% emissões de CO2 em relação a 2010

Esta diminuição foi conseguida apesar do crescimento de 19% nas embalagens vendidas pela Tetra Pak, em termos mundiais, durante esse período.

“Embalagens inteligentes vão chegar a Portugal em 2019”

Alejandro Cabal, diretor geral da Tetra Pak Ibéria, considera que o mercado nacional é ideal para testar novos produtos, dada a apetência pela inovação. O grupo vai entrar nas embalagens para sólidos.
Recomendadas

Deutsche Bank multado em mais de 130 milhões de euros após Epstein usar contas do banco para silenciar vítimas

De acordo com o “The New York Times”, o Deutsche Bank não fez “muitas perguntas” a Epstein para o ter como cliente. Nem mesmo quando foi observada a retirada de 100 mil dólares (88,6 mil euros) das contas do falecido multimilionário para “gorjetas e despesas domésticas”.

Lufthansa vai cortar mil empregos administrativos e reduzir novas aeronaves a metade

Como parte do plano de reestruturação, a companhia aérea anunciou que os cortes nos postos de trabalho vão incluir também os cargos administrativos e de gestão.

Crise no mercado de retalho deve ser pior do que crise de 2009

Quando a recuperação económica chegar, a publicação estima que esta seja lenta, uma vez que a maioria dos mercados afetados pela crise de 2008/2009 demorou perto de um ano até que as vendas retomassem a níveis pré-crise.
Comentários