Academia Glintt mobiliza 1300 candidaturas

A tecnológica dá esta tarde as boas vindas aos 85 jovens selecionados durante uma sessão de networking, na qual participa o CEO, Nuno Vasco. Lopes.

A procura e formação de jovens talentos são uma aposta estratégica da política de recursos humanos da Glintt, que através da Academia procura reforçar as suas equipas não só com jovens profissionais de IT, mas também de áreas relacionadas com Ciências Farmacêuticas, Gestão, Economia, Marketing e Comunicação.

Ao longo de nove meses, os candidatos serão acompanhados por elementos seniores e integrarão várias equipas, como forma de maximizar a sua aprendizagem e aquisição de know-how em várias áreas.

Na sua primeira edição, no ano passado, a Academia recebeu 950 candidaturas, tendo sido selecionados 75 jovens para estágio, dos quais 74 estão a ser integrados nos quadros da Glintt.

Na edição deste ano, a empresa recebeu cerca de 1300 candidaturas, tendo selecionado cerca de 85 jovens.

Recomendadas

Manuel Heitor: “É o sexto orçamento a crescer” no ensino superior e na ciência

O ministro destacou o crescimento de 6% no conjunto do setor em 2021 e foi particularmente pressionado pelos deputados sobre a questão do alojamento estudantil. PCP e Bloco de Esquerda insistiram na precariedade de muitos investigadores e na ausência de soluções para o problema.

Está encerrado o concurso. Ensino superior ganha 53 mil novos alunos este ano

O número de alunos colocados através do Concurso Nacional de Acesso subiu 15% face ao ano passado. O crescimento foi maior nos politécnicos do que nas universidades.

CIP e Nova SBE lançam esta quinta-feira programa que prepara mulheres para CEO

Carla Sequeira, secretária-geral da CIP, explicou ao Jornal Económico que a confederação abraçou este projeto com a ideia de acelerar o processo de diversidade e de mudança nas empresas.
Comentários