Acionistas dos CTT aprovam pagamento de dividendo bruto de 0,085 euros

Também foi aprovada a aplicação dos resultados relativos ao exercício de 2020 nos termos propostos pelo Conselho de Administração, incluindo o pagamento de um dividendo bruto de 0,085 euros por ação.

Os acionistas dos CTT, reunidos em assembleia-geral, aprovaram esta quarta-feira os pontos na ordem de trabalhos, entre os quais o pagamento de um dividendo bruto de 0,085 euros por ação, anunciaram os Correios de Portugal.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), os CTT referem que foram aprovados os documentos de prestação de contas dos CTT, a política de renumeração dos membros dos órgãos do administração e fiscalização dos CTT para o mandato em curso, bem como a concessão de autorização ao Conselho de Administração para aquisição e alienação de ações próprias.

Também foi aprovada a aplicação dos resultados relativos ao exercício de 2020 nos termos propostos pelo Conselho de Administração, incluindo o pagamento de um dividendo bruto de 0,085 euros por ação.

Os CTT dão conta que a data de ex-dividendo é 18 de maio e o pagamento do dividendo ocorrerá no dia 20 do próximo mês.

Os acionistas, em reunião magna, deliberaram ainda um voto “de apreciação positiva e de louvor ao Conselho de Administração da sociedade, à Comissão de Auditoria, ao Revisor Oficial de Contas” e a “cada um dos seus membros pelo desempenho das suas funções durante o exercício” do ano passado, que foi marcado pelo início da pandemia de covid-19.

Recomendadas

PremiumBanco e encomendas impulsionaram lucro dos CTT até março

Resultado líquido dos CTT nos primeiros três meses do ano mais do que duplicou, em termos homólogos, para 8,7 milhões de euros.

Aldi e Coviran expandem redes em Portugal com abertura de novos supermercados

O grupo alemão Aldi vai abrir uma nova loja em Canelas, Vila Nova de Gaia, enquanto o grupo espanhol inaugura um supermercado no Cartaxo.

Continente comprou mais de 365 milhões de euros à produção nacional em 2020

Através do Clube Português de Produtores, este montante representa um crescimento de 28% em relação às toneladas compradas em 2019, revela a empresa de distribuição pertencente ao Grupo Sonae.
Comentários