Acordo milionário entre PSG e Nike: cerca de 55 milhões por época até 2032

“Este acordo representa um passo muito importante, que reflete como o clube se tornou no cenário mundial e as grandes ambições que temos para o futuro”, anunciou Nasser al-Khelaifi, presidente do PSG.

O Paris Saint-Germain e a Nike anunciaram esta sexta-feira a renovação do contrato de patrocínio, que já conta com mais de 30 anos. O ‘L’Equipe’ revelou que a renovação do acordo é o maior da história, com 50 a 55 milhões de euros por temporada, sendo que a data final do contrato se fixou em 2032.

“Este acordo representa um passo muito importante, que reflete como o clube se tornou no cenário mundial e as grandes ambições que temos para o futuro”, anunciou Nasser al-Khelaifi, presidente do PSG.

São mais 13 épocas de união para o futuro, e o clube francês quer conquistar novos títulos com o parceiro de sempre. O clube PSG está avaliado em 922,25 milhões de euros, sendo Neymar o jogador mais valioso a apostar pelas cores do clube francês.

O clube estima que a continuação do contrato com a Nike lhe traga 700 milhões de euros para os cofres, até 2032, data final do mesmo contrato. Desta forma, o clube de al-Khelaifi vai continuar com o símbolo de ‘Just Do It’ na equipa principal, mas também feminina e de andebol.

Esta renovação contratual vai ajudar os parisienses a dar um impulso às contas para cumprir o Fair Play financeiro da UEFA. Nos últimos tempos, o organismo europeu tem investigado as contas do presidente, de forma a procurar indícios de impulsos para equilibrar os resultados.

Recomendadas

Liga portuguesa de futebol considerada a sexta melhor do mundo em 2019

O campeonato português subiu quatro posições em relação ao ano de 2018, estando à frente de ligas como a francesa, alemã e holandesa, de acordo com o ranking publicado esta segunda-feira pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS).

BCP aceita acordo para reduzir dívida do Sporting mas falta o Novo Banco

O prazo para o entendimento entre a SAD e os bancos terminou esta semana, mas só o Millennium bcp deu ‘ok’ à reestruturação da dívida bancária.

PremiumAsiáticos dominam apostas desportivas em Portugal

BetClic reconhece preocupação do setor com apostas estrangeiras e que estas podem levantar alarme sobre resultados combinados. Contudo, a empresa realça que não permite apostas a apostadores que não estejam registados em Portugal.
Comentários