Agricultores receberam 355 milhões de euros no âmbito da Política Agrícola Comum

No âmbito da PAC, “os agricultores já receberam, à data de hoje, 355 milhões de euros […] entre o PDR [Programa de Desenvolvimento Rural], Prorural [Programa de Desenvolvimento Rural da Região Autónoma dos Açores] e Proderam [Programa de Desenvolvimento Rural da Região Autónoma da Madeira]”, afirmou a ministra da Agricultura, numa audição parlamentar na Comissão de Agricultura e Mar.

Os agricultores receberam, até ao momento, 355 milhões de euros no âmbito da Política Agrícola Comum (PAC), divididos entre os programas de desenvolvimento rural do continente e ilhas, para fazer face à pandemia de covid-19, foi anunciado.

No âmbito da PAC, “os agricultores já receberam, à data de hoje, 355 milhões de euros […] entre o PDR [Programa de Desenvolvimento Rural], Prorural [Programa de Desenvolvimento Rural da Região Autónoma dos Açores] e Proderam [Programa de Desenvolvimento Rural da Região Autónoma da Madeira]”, afirmou a ministra da Agricultura, numa audição parlamentar na Comissão de Agricultura e Mar.

Em resposta aos deputados, Maria do Céu Albuquerque vincou que, neste momento, “é muito importante” dar cenários de estabilidade e previsibilidade aos agricultores.

Neste sentido, avançou que o setor vai receber, no próximo semestre, 782 milhões de euros em antecipações, investimento no âmbito do PDR, linhas de crédito e pedido único 2020.

“É neste cenário que nos encontramos a trabalhar para garantir que, do ponto de vista da PAC, estes valores chegam à tesouraria das nossas empresas para que consigam cumprir os seus objetivos”, notou a líder do Ministério da Agricultura.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 573 mil mortos e infetou mais de 13,12 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.668 pessoas das 47.051 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Ler mais

Recomendadas

Exportações agroalimentares sobem 0,4% até junho para 3.285 milhões de euros

Só em junho, as exportações progrediram 5,2% para 552 milhões de euros, em comparação com o mesmo mês do ano anterior, enquanto as importações recuaram 0,7% para 801 milhões de euros.

Processamento de vistos nacionais volta a estar disponível

O Ministério dos Negócios Estrangeiros confirmou ainda que o serviço para pedidos de visto nacionais pode ser feito nas “línguas portuguesa, inglesa, francesa, russa e ucraniana”

“Julho evidencia travagem na recuperação das viagens e do turismo”, alerta a EY/Parthenon

A quarta edição do “Caderno de Notas” da EY/Parthenon, sobre “A crise económica da Covid-19” – divulgada esta sexta-feira, 7 de agosto – um trabalho elaborado com a supervisão e direção científica de Augusto Mateus, strategic consultant da EY Portugal, traça a análise da crise económica ao quinto mês da pandemia.
Comentários