AIP e Deloitte põem EDP, Sonae, Mota, Pestana e Tekever a ajudarem PME a internacionalizarem-se

Cinco grandes empresas portuguesas ajudam cinco dezenas de PME a internacionalizar-se. O projeto PME Connect, é uma iniciativa “inédita”, que foi desenvolvida pela Associação Industrial Portuguesa (AIP) e pela Deloitte Portugal, que coloca os grandes players da economia nacional a apoiarem diretamente a internacionalização das pequenas e médias portuguesas.

Cinco grandes empresas nacionais com forte atividade exportadora nos setores da energia, turismo, construção, retalho, defesa & IT estão a ajudar 50 PME portuguesas a internacionalizar-se.

O projeto PME Connect permitiu às PME aceder à mentoria junto de cinco grupos fortemente internacionalizados: a Sonae, no retalho, a Mota-Engil na construção, a EDP na energia, o Grupo Pestana no turismo, e a Tekever na defesa & TI, cada um com dez empresas selecionadas.

O projeto PME Connect, é uma iniciativa “inédita”, que foi desenvolvida pela Associação Industrial Portuguesa (AIP) e pela Deloitte Portugal, que coloca os grandes players da economia nacional a apoiarem diretamente a internacionalização das pequenas e médias portuguesas.

“Pela primeira vez, de forma sistematizada e sustentada, procura-se que a experiência internacional e as redes das grandes empresas portuguesas no exterior sejam aproveitadas e potenciadas pelas PME nacionais, quer direta, quer indiretamente”, refere o comunicado enviado às redações.

 

Recomendadas

Chambers veio a Lisboa desmistificar ‘rankings’

O diretório internacional entregou oito prémios a advogados e sociedades em Portugal e mais 10 a diretores jurídicos de empresas no Fórum de Lisboa.

PremiumBastonário dos Advogados defende voto eletrónico nas eleições da Ordem

O bastonário dos Advogados diz que a modernização da Ordem será a prioridade se for reeleito e acusa as candidaturas rivais de “populismo”.

Compra da Tagusgás pela Galp Gás foi assessorada pela Sérvulo e pelo BCP

Galp Gás Natural Distribuição anunciou esta segunda-feira a conclusão do negócio de compra da Tagusgás, empresa de distribuição de gás natural na região Centro do país, por um valor de 32 milhões de euros. A Sérvulo foi o assessor jurídico e o Millennium BCP o assessor financeiro.
Comentários