AIP e Deloitte põem EDP, Sonae, Mota, Pestana e Tekever a ajudarem PME a internacionalizarem-se

Cinco grandes empresas portuguesas ajudam cinco dezenas de PME a internacionalizar-se. O projeto PME Connect, é uma iniciativa “inédita”, que foi desenvolvida pela Associação Industrial Portuguesa (AIP) e pela Deloitte Portugal, que coloca os grandes players da economia nacional a apoiarem diretamente a internacionalização das pequenas e médias portuguesas.

Cinco grandes empresas nacionais com forte atividade exportadora nos setores da energia, turismo, construção, retalho, defesa & IT estão a ajudar 50 PME portuguesas a internacionalizar-se.

O projeto PME Connect permitiu às PME aceder à mentoria junto de cinco grupos fortemente internacionalizados: a Sonae, no retalho, a Mota-Engil na construção, a EDP na energia, o Grupo Pestana no turismo, e a Tekever na defesa & TI, cada um com dez empresas selecionadas.

O projeto PME Connect, é uma iniciativa “inédita”, que foi desenvolvida pela Associação Industrial Portuguesa (AIP) e pela Deloitte Portugal, que coloca os grandes players da economia nacional a apoiarem diretamente a internacionalização das pequenas e médias portuguesas.

“Pela primeira vez, de forma sistematizada e sustentada, procura-se que a experiência internacional e as redes das grandes empresas portuguesas no exterior sejam aproveitadas e potenciadas pelas PME nacionais, quer direta, quer indiretamente”, refere o comunicado enviado às redações.

 

Recomendadas

Banco de Portugal já assinou contratos superiores a 3,3 milhões de euros com advogados em 2019

Pagamento de três milhões de euros à Gonçalves Pereira ainda fica aquém do valor que o banco central se comprometeu a pagar no ano passado à Vieira de Almeida & Associados.

Suborno, corrupção e o retrato de Dorian Gray

No que à gestão diz respeito este não é um tema menor, alheio aos deveres de um gestor diligente, porque também na gestão deste risco “a sorte não existe. Aquilo a que chamas sorte é atenção aos detalhes”.

João Massano candidata-se a presidente do Conselho Regional de Lisboa da Ordem dos Advogados

O advogado vai apoiar e integrar a candidatura de António Jaime Martins a bastonário. “A valorização do advogado, individualmente, e da advocacia, no seu todo, promove-se através da formação e da partilha de experiências multidisciplinares, que trazem à classe uma atualização dos temas e das questões legais que estão na ordem do dia”, defende.
Comentários