Airbnb pagou 3,5 milhões de euros a Lisboa e Porto em taxas turísticas nos primeiros seis meses do ano

Desde 2016, no total, a empresa de alojamento local cobrou 9,1 milhões de euros em taxas turísticas, entregues às câmaras municipais de Lisboa e do Porto.

Nos primeiros seis meses de 2018, a empresa de alojamento local Airbnb cobrou 3,5 milhões de euros em taxas turísticas só nas cidades de Lisboa e Porto, tendo entregue esse valor às respetivas câmaras municipais. Desde 2016, no total, a empresa cobrou 9,1 milhões de euros em taxas turísticas nas cidades de Lisboa e Porto.

Através de um comunicado emitido hoje, a Airbnb informa que em relação à Câmara Municipal de Lisboa foram cobrados através do site de reservas e subsequentemente entregues aos cofres do município 2,6 milhões de euros em taxas turísticas.

Na cidade do Porto, por sua vez, onde a taxa turística foi instituída em março e tem acordo com a Airbnb desde abril, foram cobrados 963 mil euros em apenas três meses, entregues à Câmara Municipal do Porto.

Relacionadas

Alojamento local sobe nas preferências dos portugueses

O estudo “Observador Cetelem Férias de Verão 2018” concluiu que esta será a escolha de 23% dos portugueses para descansar este ano. Contudo, a estada na casa de amigos e família mantém-se no topo das preferências.

Gentrificação e turistificação da cidade ou… É a financeirização da habitação, estúpido!

A nossa tese é que a emergência e o recente desenvolvimento extraordinário do setor do imobiliário de luxo em Lisboa – manifestação mais visível na paisagem urbana do processo de super-gentrificação – tem de ser compreendido num contexto de governança urbana neoliberal, promotora de estímulos ao mercado e à iniciativa privada, mas também nas geografias neoliberais dos fluxos transnacionais de capitais à escala global.

Jeff Johnson: “Temos de garantir que atividade económica tem de servir a sociedade”

O economista da Organização Internacional do Trabalho defende que atividades como a Uber ou Airbnb estão a trazer novos desafios ao mercado do trabalho e avisa que é preciso garantir que o emprego é digno e produtivo.

Respostas Rápidas. Saiba como usar a sua casa para alojamento local

Registo, impostos, publicidade ou seguros. Perceba o que envolve a criação de um alojamento local.

Airbnb diz estar “comprometida em ser o mais transparente possível” com os clientes

Esta posição surge um dia depois da Comissão Europeia instar o serviço Airbnb a harmonizar as suas condições de utilização com as normas de defesa do consumidor da União Europeia (UE) e a ser mais transparente na apresentação dos preços, sob pena de sofrer medidas coercivas.
Recomendadas

Direito de Resposta: “Inspetor Geral de Finanças não é arguido, mas antes promotor e principal interessado em investigação em curso”

IGF garante que foram o Conselho de Inspeção e o Inspetor-Geral da IGF que participaram os indícios de crimes praticados por trabalhadores e em relação aos quais esses trabalhadores foram constituídos arguidos. “Em retaliação, um desses trabalhadores apresentou queixa contra a sua superior hierárquica e contra o Inspetor-Geral no âmbito da auditoria à Cruz Vermelha Portuguesa, os quais imediatamente se disponibilizaram para a realização de todas as investigações judiciais necessárias à salvaguarda do seu bom nome e das instituições públicas visadas e à efetiva condenação do trabalhador, autor de atos ilícitos”, refere. “Assim, o Inspetor-Geral de Finanças não é arguido, mas antes promotor, agente ativo e principal interessado na referida investigação”, conclui.

Governo já pediu a Bruxelas que IVA da luz possa variar em função do consumo

Executivo já iniciou processo para ter autorização da Comissão Europeia para criar escalões de consumo para o IVA da eletricidade.

Maria e Francisco foram os nomes mais escolhidos para bebés em Portugal este ano

Francisco foi pela primeira vez o nome mais escolhido para rapazes, Maria mantém a primeira posição entre as raparigas.
Comentários