Alemanha regista 22.964 casos positivos e 254 mortes por covid-19

A Alemanha já identificou 902.528 casos positivos e 13.884 mortos por coronavírus. O país tem 295.500 casos ativos de covid-19.

A Alemanha teve 22.964 casos positivos, menos 684 face ao dia anterior onde se atingiu o valor mais alto desde o início da pandemia, e 254 mortes por covid-19, confirmaram as autoridades de saúde do país.

Segundo os últimos dados do Instituto Robert Koch (RKI), os casos positivos registados desde o primeiro contágio no país, no final de janeiro, totalizam 902.528 e 13.884 mortos.

O Instituto Robert Koch estima que cerca de 593.100 pessoas já recuperaram da doença e que existem atualmente cerca de 295.500 casos ativos.

No conjunto da Alemanha, a incidência acumulada nos últimos sete dias é de 140,8 casos por 100.000 habitantes.

Os dados referem que o número de doentes com covid-19 internados em unidades de cuidados intensivos ascendia na sexta-feira a 3.615, dos quais 2.103 (57%) necessitavam de respiração assistida, segundo dados da Associação Interdisciplinar Alemã de Cuidados Intensivos e Medicina de Emergência (DIVI).

O fator de reprodução (R), que considera as infeções num intervalo de sete dias em relação aos sete anteriores, e que reflete a evolução das infeções de 8 a 16 dias atrás, situa-se em 1,05, o que significa que cada cem infetados contagiou em média outras 105 pessoas.

Em 02 de novembro, entrou em vigor um novo confinamento parcial no país – mais brando do que o decretado na primavera – para tentar conter a pandemia de covid-19.

Bares e restaurantes, teatros e cinemas, museus e “spas” permanecem fechados, enquanto as lojas e escolas permanecem abertas. O turismo é proibido, o teletrabalho é recomendado e os contactos são limitados a no máximo 10 pessoas de até dois domicílios.

Na próxima semana, a chanceler, Angela Merkel, vai reunir-se novamente com chefes de governo dos estados federados para tentar acertar “um grande pacote com as próximas medidas necessárias” para conter a pandemia.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.360.914 mortos resultantes de mais de 56,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo o último balanço feito pela agência francesa AFP.

Ler mais
Recomendadas

“Sobreviver a Pão e Água”. “Centenas” de membros do movimento dispostos a regressar à greve de fome se Governo não aprovar medidas exigidas

Movimento diz que Governo disse que iria apresentar em breve várias das medidas por si exigidas. Se até dia 11 de dezembro, não apresentar as restantes medidas ameaçam que com o regresso à greve de fome em frente ao Parlamento e por todo o país, com “mais de uma centena de pessoas”.

Natal e passagem de ano: estas são as 14 regras que vão vigorar

Restaurantes abertos até à uma da manhã nas noites de natal e de passagem de ano, e natal sem interdição de circulação entre concelhos são algumas da medidas que vão vigorar durante a época festiva. Governo avalia medidas a 18 de dezembro à luz da evolução da pandemia da Covid-19.

Costa adia anúncio de medidas de apoio para as rendas do comércio e da restauração

A 21 de novembro, o primeiro-ministro anunciou que as medidas de apoio para as rendas de lojas e restaurantes seria anunciada nos dias seguintes. Passados 15 dias, o Governo ainda não anunciou os apoios e adiou para a próxima semana.
Comentários