Alemanha regista 8.685 novas infeções nas últimas 24 horas

O número de novas infeções registadas hoje é o dobro dos 4.325 novos casos contabilizados na segunda-feira da semana passada.

Alemanha | Getty Images

A Alemanha registou 8.685 novas infeções pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, um número muito abaixo do balanço de sábado (11.176), porque nem todos os estados federados comunicam os dados no fim de semana.

No entanto, o Instituto Robert Koch (RKI) de virologia já tinha assinalado que no sábado o número de novos positivos tinha disparado por incluir vários casos registados na quinta-feira, devido a um problema técnico no servidor, que levou a que os dados fossem comunicados tardiamente e não entrassem na contagem de sexta-feira.

O número de novas infeções registadas hoje é o dobro dos 4.325 novos casos contabilizados na segunda-feira da semana passada.

Segundo os dados do RKI atualizados, o número total de casos positivos desde a primeira infeção registada no país, no final de janeiro, é de 437.866, com 10.056 mortes, mais 24 que nas 24 horas anteriores.

Cerca de 326.100 pessoas já recuperaram da doença.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 1,1 milhões de mortos e quase 42,7 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Ler mais
Recomendadas

Covid-19: França registou 313 mortes num dia

O número de novos casos diários no país foi de 14.064 nas últimas 24 horas, uma subida face aos números dos dois dias anteriores, tendo sido já confirmados 2.244.635 casos de covid-19 em França desde o início da pandemia.

“Donald Trump quer um acordo para não ser acusado”, diz ex-porta-voz Scaramucci

Num painel da Web Summit, o ex-porta-voz que se tornou crítico disse que Donald Trump quer causar “tanto estrago quanto humanamente possível” para conseguir um acordo de imunidade. Estrategas dos dois lados do espectro político disseram que a reação Trump aos resultados tem causado distração desnecessária.

Portugal compromete-se a gerir de forma sustentável toda a área oceânica até 2025

Segundo o Painel do Oceano, o oceano, que cobre 70% do planeta, dá alimentos diariamente a mais de três mil milhões de pessoas. Nele, faz-se o transporte de pelo menos 90% das mercadorias e contribui todos os anos com 1,5 biliões de dólares para a economia global.
Comentários