Alitalia pede desculpa por pintar ator de negro para retratar Barack Obama

Na publicação no Twitter, a Alitalia emitiu o pedido de desculpas “pelas ofensas causadas pelo video promocional pela nova rota para Washington”.

A companhia aérea italiana Alitalia está a ser alvo de fortes críticas após lançar um vídeo a promover a nova rota para Washington. Aqui, um homem surge a caracterizar o antigo presidente dos Estados Unidos da América Barack Obama com a cara pintada de negro, o que gerou desconforto entre os utilizadores das redes sociais.

No entanto, este não é o único presidente retratado, sendo que em outros vídeos surgem Abraham Lincoln, George Washington e Donald Trump. O vídeo em que aparece a representação de Obama já foi retirado das redes sociais da companhia aérea italiana e mereceu um pedido de desculpa da Alitalia no Twitter.

Sabe-se que o ator que interpreta Barack Obama no vídeo é de descendência italiana e tunisina, e surge com a cara pintada de negro, com o nariz aumentado, e com a boca e lábios alterados no mesmo vídeo.

Antes de eliminar o vídeo das redes sociais, a companhia aérea chegou defendê-lo. Na publicação no Twitter, a Alitalia emitiu o pedido de desculpas “pelas ofensas causadas pelo video promocional pela nova rota para Washington”. “Para a nossa companhia, o respeito por todos é mandatário, e nunca tivemos a intenção de magoar ninguém”, assumem. “Vamos aprender com o que aconteceu”, sublinhou a transportadora aérea na última linha.

Ler mais
Recomendadas

PremiumRangel Pharma vai investir mais 12 milhões de euros

Após dez anos de atividade na logística farmacêutica, Nuno Rangel, CEO do Grupo Rangel, revela um plano de investimentos a cinco anos para quase duplicar a área de armazenagem e criar mais 130 empregos em Portugal.

PremiumCEO da Unicre: “Depois do Porto, estamos em conversas para pagamento ‘contactless’ nos transportes em Lisboa”

Pioneira nos cartões de crédito em Portugal, a Unicre lança um ‘rebranding’ para salientar a base digital, atrair clientes jovens e abrir portas a mercados internacionais, revela o presidente da empresa, João Baptista Leite.

PremiumTesla tem bateria de sobra para dar mais energia às ações

Em 2020, os títulos da Tesla já valorizaram mais 36%. Ao Jornal Económico, o banco de investimento Jefferies explica que a elétrica de Elon Musk tem muito mais para dar para além dos carros.
Comentários