PremiumAlmada: As ideias megalómanas que prometeram revolucionar a margem sul

Outrora vista como mero “dormitório” de Lisboa, Almada tem suscitado o interesse de investidores que veem na margem sul uma alternativa à capital. Além do mais recente Innovation District, as últimas décadas ficaram marcadas por outros grandes projetos, como o Lisbon South Bay ou mesmo a transformação de Cacilhas na “Manhattan lisboeta”. Mas a maioria (ainda) não saiu do papel. Será desta?

Almada e a sua vista privilegiada sobre o Tejo e a cidade de Lisboa têm estado na mira dos investidores nas últimas décadas. Conhecida pela vasta oferta de habitação a preços mais acessíveis do que na capital, foram vários os empreendimentos urbanísticos projetados para requalificar e desenvolver o concelho, aproveitando o seu forte potencial imobiliário e turístico. De grande parte desses megaprojetos ficaram apenas as maquetes e as faturas de milhões gastos em estudos, como foi o caso da ‘Manhattan de Cacilhas’. Mas, enquanto outros projetos estratégicos (como a Cidade da Água e o Cais do Ginjal) estão ainda por executar, há já um novo projeto a ganhar forma, esperando-se um “efeito de contágio” em todo concelho de Almada.

Partindo do conceito live-work-play (local para viver, trabalhar e para o lazer), o Almada Innovation District (Bairro de Inovação) é o mais recente projeto com vista a criar uma “nova cidade” de Almada. A iniciativa conta com o “apoio estratégico” da Câmara Municipal de Almada e pretende misturar um “estilo de vida sustentável” com inovação, emprego e conhecimento tecnológico, num investimento total de 800 milhões de euros. A ideia é criar um novo centro na Área Metropolitana de Lisboa, que seja capaz de captar investimento nacional e estrangeiro e esteja assente em soluções de construção ecológicas, sustentáveis e ambientais “inovadoras”, para garantir o cumprimento das metas para atingir a neutralidade carbónica em 2050. Há, inclusive, a ambição de criar uma comunidade energética, com produção própria.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Transição verde requer apoios nos planos nacionais

O objetivo de atingir uma economia europeia neutra em emissões de carbono até 2050 exige a inclusão do sector dos transportes nos planos nacionais de recuperação, advoga um consórcio do ramo, dada a forte inovação e modernização necessárias.

G7 comprometem-se em fornecer mais de mil milhões de doses de vacinas anti-Covid

O objetivo será um de fornecer doses aos países mais desfavorecidos cujo o acesso às vacinas seja mais difícil. Distribuição deverá acontecer até ao próximo ano.

Crise e dois orçamentos marcam primeiro ano de João Leão à frente das Finanças

Em junho de 2020, o então secretário de Estado do Orçamento era um governante discreto, nome pouco conhecido da opinião pública, quando foi escolhido para ministro das Finanças.
Comentários