Altice investe 15 milhões em 78 mil quilómetros de fibra ótica na zona da Serra da Estrela

O CEO da operadora de telecomunicações afirma que a infraestruturação do Maciço Central da Serra da Estrela é um “projeto de interesse público, que vem dar resposta a necessidades específicas da região”.

Presidente executivo da Altice Portugal, Alexandre Fonseca | Foto cedida

A Altice Portugal assinalou esta quinta-feira, 23 de maio, a conclusão da ligação de seis concelhos da região do Maciço Central da Serra da Estrela por 77.762 quilómetros (km) de fibra ótica de nova geração, no seu data center da Covilhã. Esta infraestruturação, iniciada em março de 2017, representa um investimento a rondar os 15 milhões de euros por parte da operadora em mais de 60 freguesias nos concelhos de Covilhã, Gouveia, Manteigas, Seia, Fundão e Oliveira do Hospital.

“O projeto de infraestruturação do Maciço Central tratou-se de um enorme esforço da Altice Portugal, alicerçado naquele que é o maior investimento privado do país na região”, afirmou o presidente executivo da Altice Portugal, esta manhã, no centro de dados da empresa na Covilhã. “Este é um projeto alargado, transversal à infraestruturação de Portugal”, acrescentou.

Alexandre Fonseca contou que a empresa que lidera investiu mais de dois mil milhões de euros em todo o país, nos últimos quatro anos, sendo que um terço desse valor destinou-se à infraestruturação em redes de fibra ótica da operadora.

O CEO salientou ainda que a infraestruturação do Maciço Central da Serra da Estrela é um “projeto de interesse público, que vem dar resposta a necessidades específicas da região”. Numa alusão aos graves incêndios de outubro de 2017, que em muito fustigaram a região, o CEO da Altice atirou: “Reconstruímos em fibra ótica o que levou décadas a construir com fios de cobre”.

Hoje, a empresa diz cobrir 85% do Maciço Central com fibra ótica, “mais de 144 mil habitantes e mais de 90 mil lares e empresas”.

Da esquerda para a direita: secretário de Estado das Comunicações, Alberto Souto de Miranda; vereador do município de Gouveia, Jorge Ferreira; presidente de câmara de Oliveira de Hospital Francisco Rolo; presidente de câmara de Seia Filipe Camelo; presidente do município de Manteigas, Esmeraldo Carvalhinho; Alexandre Fonseca, CEO da Altice Portugal; presidente da autarquia de Covilhã, Vítor Pereira; e Luís Alvarinho, Chief Technology Officer da Altice Portugal

A cerimónia no data center da Covilhã contou com a presença do secretário de Estado das Comunicações, Alberto Souto de Miranda, e dos presidentes de câmara dos seis concelhos. Souto de Miranda saudou a iniciativa da Altice Portugal e lembrou que o interior “não pode viver sem serviços públicos, como hospitais, centros de saúde, tribunais ou postos CTT sem acesso a comunicações”.

Entre os autarcas presentes a opinião foi unânime. “Dia simbólico”, “projeto de vanguarda tecnológica”, “fator de atratividade”, foram as alusões feitas à pertinência da infraestruturação esta manhã celebrada. Os presidentes de câmara frisaram ainda a necessidade de mais projetos para promover a coesão social, com vista à criação de emprego, aumento de produtividade e competitividade das empresas e criação de riqueza com vista à fixação de habitantes na região.

Aproveitando a iniciativa no centro de dados da Covilhã, o conselho de administração da telecom também marca hoje presença noutras iniciativas nos concelhos de Gouveia e Seia. Ainda na Covilhã, a cúpula da Altice Portugal visita o call center Randstad/Altice, instalado no Parkurbis – Parque de Ciência e Tecnologia.

Depois, a comitiva segue para a inauguração de duas cabines de leitura, em Gouveia e Seia. Estas duas cabines telefónicas que deram lugar a espaços de leitura foram criadas pela Fundação Altice Portugal em parceria com as duas autarquias. A visita dos altos responsáveis da operadora de telecomunicações pela região do maciço central termina à tarde na Escola Secundária de Seia com a entrega de 15 tablets ao estabelecimento de ensino.

Ler mais
Relacionadas

CEO da Altice Portugal afirma que SIRESP está “em fase negocial”

Questionado esta quinta-feira sobre a possibilidade de o sinal deste sistema ser desligado, Alexandre Fonseca afirmou que “no que respeita à Altice, os portugueses podem contar com a empresa”.

Huawei? Altice Portugal “tranquila” perante “o que deve ser discutido nos locais próprios”

O CEO Alexandre Fonseca acredita que a atual fase da operação da Huawei transcende o “ambiente empresarial”. “Estamos a falar de questões de geopolítica e de influência entre os EUA e a China”.

Governo apresenta estratégia nacional para o 5G em setembro

O secretário de Estado das Comunicações, Alberto Souto de Miranda, fez o anúncio esta quinta-feira de manhã, na Covilhã.
Recomendadas

Energia 4.0

A conjugação da descarbonização com a inovação criou o enquadramento perfeito para as mudanças profundas na forma como as empresas de energia operam.

Banco Português de Fomento recusa empréstimo de 30 milhões à Groundforce

Para a recusa do empréstimo, o BPF argumentou com a “ausência da aprovação e implementação efetiva por parte da administração da Groundforce, de um plano de reestruturação profundo, que adeque a estrutura de custos à nova realidade de receitas, e à recuperação lenta esperada para o setor da aviação comercial”.

BCI, Millennium Bim e Standard seguem como bancos importantes em Moçambique

No rácio que mede a importância para o setor, rotulada com a sigla inglesa D-SIB, o BCI encabeça a lista com 278 pontos, seguindo-se o Millennium Bim com 257 e o Standard Bank com 159.
Comentários