Altice Portugal chega a acordo para compra de 51% da bilheteira Blueticket

O presidente executivo da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, refere que esta operação se traduz na aposta numa nova área de atividade, “representando maior investimento e o alargamento do seu ecossistema e área de atuação”.

A Altice Portugal anunciou hoje que chegou a acordo para a compra de 51% da Blueticket, operação que já foi notificada à Autoridade da Concorrência.

Em comunicado, a empresa anunciou que “a Altice Portugal e a Arena Atlântico chegaram a acordo para a compra, por parte da Altice Portugal, de 51% da Blueticket, mantendo-se a Arena Atlântico também como acionista da empresa”, sem revelar valores da operação.

A Altice Portugal e a Arena Atlântico notificaram na quinta-feira esta operação à Autoridade da Concorrência. A Altice Portugal destaca que “com a conclusão desta operação serão mantidos os atuais canais comerciais e parcerias da Blueticket”.

“Esta aquisição é prova da aposta da Altice Portugal na diversificação de portefólio e alargamento a novas plataformas, com vista a oferecer os melhores conteúdos, produtos e serviços e proporcionar a melhor experiência aos seus clientes”, refere a empresa no comunicado.

Esta operação, lê-se também no comunicado, “materializa uma vez mais o investimento da Altice Portugal no mercado português, divulgando e valorizando a cultura, o entretenimento e a arte, áreas onde já mantém uma forte ligação, nomeadamente com a parceria com as duas maiores salas de espetáculo do país – Altice Arena e Altice Fórum Braga –, bem como em variadas iniciativas ligadas à música – MEO Sudoeste, MEO Marés Vivas, MEO Sons do Mar e MEO Monte Verde – entretenimento, desporto e cultura”.

O presidente executivo da Altice Portugal, Alexandre Fonseca, citado no comunicado, refere que esta operação se traduz na aposta numa nova área de atividade, “representando maior investimento e o alargamento do seu ecossistema e área de atuação”.

Já para o administrador executivo da Arena Atlântico e da Blueticket, Jorge Vinha da Silva, o negócio “reforça a já longa relação de parceria” entre a Arena Atlantico e a Altice Portugal e “representa uma importante oportunidade de crescimento da Blueticket, cujo percurso se tem revelado sólido e consistente ao longo de mais de uma década, num mercado altamente concorrencial”.

“A entrada da Altice no capital da empresa assegura o acesso a know-how tecnológico e garante escala à atividade comercial da Blueticket que entra, desta forma, numa nova e importante fase de desenvolvimento”, acrescentou o responsável.

A Blueticket apresenta-se, no seu ‘site’, como “um dos principais” operadores de bilhética no mercado, referindo que vende por ano mais de 3,5 milhões de bilhetes de cerca de 350 eventos de todos os tipos.

A Blueticket, S.A. surge do ‘spin-off’ (cisão) da área de ticketing da Arena Atlântico – Gestão de Recintos Multiusos, S.A e atualmente é detida pela Arena Atlântico, entidade que detém também a Altice Arena, em Lisboa, segundo a informação disponível na sua página na internet.

Ler mais
Recomendadas

Produção industrial em Itália cai 2,4% em fevereiro

Em termos homólogos, a produção industrial subiu em bens de capital (1,4%) e baixou a de bens de consumo (3%), a de bens intermédios (2,3%) e a de energia (0,6%).

Mais de 10 mil pessoas protegidas pelo seguro Covid-19 da Tranquilidade/Generali

O produto destina-se a empresas que pretendem proteger os trabalhadores, sobretudo as que continuam em atividade nos seus edifícios e o risco de infeção é superior. Lançado há 10 dias, foi desenvolvido em parceria com a AdvanceCare e garante um subsídio diário de 100 euros por cada dia de hospitalização por esta doença.

Executivo ultima propostas para apoiar os media, mas falta consenso no setor

Media vão receber apoios estatais para enfrentar crise gerada pela pandemia da Covid-19. Governo anuncia apoios “em breve”.
Comentários