António Costa: “Alguns acham que a reforma do Estado é um Big Bang. Não acredito nisso”

Na conferência “Inovação na Gestão da Administração Pública”, o primeiro-ministro reforçou a ideia de que a administração pública se transformou e adotou uma cultura de inovação.

Cristina Bernardo

O primeiro-ministro defendeu, esta quarta-feira, que a administração pública se transformou e “adotou uma cultura de inovação” e que, com o novo Sistema de Incentivos, publicado esta manhã em Diário da República, vai ser possível desafiar até os dirigentes. António Costa considera que a reforma do Estado é um processo que é desenvolvido de forma gradual.

“A esmagadora maioria de sugestões do Simplex já vem da própria administração pública (…).Temos que estimular o direito para que qualquer trabalhador possa participar na inovação”, explicou António Costa.

O governante adiantou que este programa tem o objetivo de que se “desafiem os próprios dirigentes”. “É por isso um direito a desafiar-nos”, sublinhou António Costa, durante a conferência “Inovação na Gestão da Administração Pública”, integrada no ciclo de encontros sobre “Construir a Administração Pública do Futuro”, organizada pelo INA – Direção-Geral da Qualificação dos Trabalhadores em Funções Públicas.

“Alguns acham que a reforma do Estado é um Big Bang, que acordamos e tudo está diferente. Não acredito nisso”, assegurou o primeiro-ministro. A seu ver, aquilo que é essencial para que haja inovação é “criatividade”, o que torna necessário que haja também “liberdade”.

“Não há nenhuma razão genética para que quem trabalha numa empresa seja mais inovador de quem trabalha na administração. O que se passa é que estamos sempre mais constrangidos”, disse.

Relacionadas

Governo lança sistema de incentivos na Administração Pública

“Além de promover o envolvimento e participação dos trabalhadores, privilegia a maior autonomia e o reconhecimento do mérito”, defende o ministro das Finanças.

Governo está a avaliar 52 candidaturas de projetos de inovação na administração pública

A ministra da Presidência e da Modernização Administrativa participa na conferência “Construir hoje a Administração Pública do Futuro”, onde defendeu que o Estado tem de ser mais eficiente.

Simplex 2019: Governo quer tecnologia para ver quem é desempregado de longa duração

Em entrevista à rádio “Antena 1”, a ministra da Presidência e da Modernização Administrativa disse que o Executivo lançou um novo concurso para projetos de IA e reforçou a ideia de que prefere entendimentos políticos à Esquerda.
Recomendadas

Agricultura de precisão é o caminho de futuro

Sensores de rega gota a gota, utilização de GPS, crescente informatização dos processos produtivos e de logística são as tendências do setor da agricultura em Portugal. Conheça os desafios e os projetos.

Goldman Sachs prevê contração da economia norte-americana em 4,6% este ano

Os economistas do banco reviram em baixa as estimativas para a evolução do PIB dos Estados Unidos. No entanto, melhoraram as previsões para a taxa de desemprego.

CFP afasta cenário de recuperação económica rápida

Em entrevista à ‘Antena 1’ e ‘Jornal de Negócios’, Nazaré da Costa Cabral voltou ainda a falar sobre o Orçamento Suplementar:“Há aqui uma perspetiva de subestimação da queda do produto e de certas das suas componentes que podem comprometer a cobrança de receita fiscal”.
Comentários