António Costa chama presidente da Partex para negociar plano de recuperação da economia

o Chefe do Executivo já terá informado todos os ministros do convite feito a António Costa Silva, que estará de saída da petrolífera, tendo o gestor já reunido com alguns dos titulares das pastas. Não integra oficialmente o Governo, mas o objetivo será preparar os planos de investimento e reformas que terão que ser entregues à Comissão Europeia e a base do Orçamento para 2021.

O primeiro-ministro, António Costa, convidou António Costa Silva, atualmente presidente executivo da Partex, para estudar o plano de recuperação da economia, analisando as necessidades estruturais do país com todos os ministros, os partidos e os parceiros sociais, noticia o jornal “Expresso” na edição deste sábado.

Segundo o semanário, o Chefe do Executivo já terá informado todos os ministros do convite feito a António Costa Silva, que estará de saída da petrolífera, que a Fundação Calouste Gulbenkian vendeu aos tailandeses da PTT Exploration and Production por 622 milhões de dólares em novembro de 2019, tendo o gestor já reunido com alguns dos titulares das pastas. Para já, não integra oficialmente o Governo, mas o objetivo será preparar não só os planos de investimento e reformas que terão que ser entregues à Comissão Europeia para aceder às verbas do Mecanismo de Recuperação e Resiliência, como a base do Orçamento do Estado para 2021.

O “Expresso” diz que António Costa Silva não estará na calha para suceder a Mário Centeno nas Finanças, devido à formação académica e experiência profissional, mas que não é a primeira vez que o primeiro-ministro chama um outsider para construir os programas ou apoiar negociações do Governo, que mais tarde entram para o Executivo. Neste cenário, dá força à ideia de que Pedro Siza Vieira poderá transitar da pasta da Economia para as Finanças, podendo ser sucedido por António Costa Silva.

Recomendadas

Portugal quer “reforçar cooperação” com Guiné-Bissau na saúde, educação e justiça

António Costa afirma ter sublinhado o seu “empenho pessoal no relacionamento fraterno entre Portugal e a Guiné-Bissau”, que “deve estar à altura dos laços históricos” que unem os dois povos.

Governo revela plano de contingência para evitar colapso do SNS no outono

O gabinete de Marta Temido anunciou algumas medidas que deverão evitar o colapso do SNS numa altura em que a gripe sazonal marca o regresso. O Ministério da Saúde vai antecipar já para o início de outubro a vacinação contra a gripe sazonal e reforçar cuidados intensivos e laboratórios.

PremiumNovo Banco: Bloco de Esquerda considera “opaco” acordo com Bruxelas

BE já pediu documentos sobre cláusula em que Estado aceitou ser responsável por tudo aquilo que correr mal associado ao Novo Banco.
Comentários