António Costa reúne-se com Charles Michel em Bruxelas esta terça- feira

A reunião com Charles Michel, consagrada ao programa de trabalho da presidência portuguesa, decorrerá ao final da tarde na sede do Conselho Europeu.

Twitter

O primeiro-ministro, António Costa, desloca-se na terça-feira a Bruxelas para uma reunião com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, precisamente um mês antes de Portugal assumir a presidência semestral do Conselho da União Europeia, em 01 de janeiro.

A reunião com Charles Michel, consagrada ao programa de trabalho da presidência portuguesa, decorrerá ao final da tarde na sede do Conselho Europeu, será seguida de uma conferência de imprensa conjunta virtual, e, após um jantar de trabalho, o primeiro-ministro regressará a Lisboa, onde participará, na quarta-feira, 02 de dezembro, na “Conferência de Presidentes” virtual com os líderes políticos do Parlamento Europeu, igualmente dedicada às prioridades do próximo semestre.

Na terça-feira, depois de participar, de manhã, nas comemorações da restauração da independência, em Lisboa, Costa viajará até Bruxelas acompanhado da secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Ana Paula Zacarias, sendo na quarta-feira a delegação portuguesa bem mais extensa para a discussão, por videoconferência, com os líderes dos diversos grupos políticos do Parlamento Europeu sobre as prioridades da presidência portuguesa.

Na quarta-feira de manhã, depois de uma primeira videoconferência entre o primeiro-ministro e o presidente do assembleia, David Sassoli, na qual participarão também o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e a secretária de Estado dos Assuntos Europeus, terá lugar então uma reunião virtual dos líderes políticos do Parlamento Europeu com o Governo português, na qual participarão também os ministros da Economia e Transição Digital, Pedro Siza Vieira, da Presidência, Mariana Vieira da Silva, das Finanças, João Leão, do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, e do Ambiente e Ação Climática, João Pedro Matos Fernandes, além de Santos Silva e Ana Paula Zacarias.

Esta reunião alargada será seguida de uma conferencia de imprensa conjunta e virtual de Costa e Sassoli, prevista para as 11:40 de Lisboa.

A Conferência de Presidentes sobre a presidência portuguesa do Conselho da UE no primeiro semestre de 2021 prosseguirá na quinta-feira, 03 de dezembro, com um (vídeo)encontro bilateral, de manhã, entre Sassoli e o presidente da Assembleia da República, Eduardo Ferro Rodrigues, seguido de uma reunião com representantes do parlamento português e um evento, e, da parte da tarde, um “evento com a sociedade civil”, de acordo com o programa provisório do Parlamento Europeu.

Devido à pandemia da covid-19, praticamente todas as atividades do Parlamento Europeu, assim como das outras instituições europeias, decorrem atualmente de modo remoto, razão pela qual este tradicional encontro da Conferência de Presidentes com a futura presidência do Conselho da UE um mês antes do seu início realizar-se-á também por videoconferência.

A quarta presidência portuguesa da UE inicia-se em 01 de janeiro, com a Europa ainda confrontada com a pandemia de covid-19, que condiciona o programa e a agenda da liderança semestral rotativa do Conselho, depois de já ter dominado a da presidência alemã, no segundo semestre de 2020.

Na próxima semana, António Costa regressará a Bruxelas para participar no Conselho Europeu presencial de 10 e 11 de dezembro, o último antes do arranque da quarta presidência portuguesa da União.

Ler mais
Recomendadas

Costa anuncia fecho das lojas do cidadão e suspensão dos prazos para processos judiciais não urgentes

Relativamente aos serviços públicos, o chefe do Governo anunciou que irão manter-se “exclusivamente em funcionamento o atendimento por marcação nos demais serviços”.

Covid-19: Portugal comprou doses de vacinas suficientes para mais de 18 milhões de pessoas

Portugal já adquiriu 31 milhões de doses de vacinas para inocular os cidadãos contra o novo coronavírus. Ministério da Saúde explica que as 800 mil doses adicionais da vacina da Moderna não foram compradas porque seriam entregues apenas no final do ano.

Oficial. Escolas fechadas a partir de amanhã durante 15 dias

Depois de Portugal ter vindo a bater sucessivamente recordes diários de novos casos e mortes, o Governo decidiu encerrar as escolas a partir de sexta-feira, 22 de janeiro.
Comentários