António Guterres: “É imperativo que o mundo seja reconstruído e redesenhado”

O secretário geral da ONU defendeu, na apresentação do próximo Fórum Económico Mundial, o reequilíbrio do investimento em ciência e tecnologia.

Denis Balibouse/Reuters

A Organização das Nações Unidas (ONU) considera que a comunidade internacional deve redesenhar e reequilibrar as suas economias e sociedades depois da pandemia da Covid-19, que “expôs a fragilidade global” em temas que vão bem mais além da saúde.

“É imperativo que o mundo seja reimaginado, reconstruído, redesenhado com novo equilíbrio e vigor”, disse o secretário geral da ONU numa videoconferência para apresentação da 51ª edição do Fórum Económico Mundial (WEF), que se vai realizar em Davos entre os dias 26 e 29 de janeiro de 2021.

António Guterres explicou à audiência que, depois de forçar à paragem das economias, o vírus expôs problemas globais “que não se limitam aos sistemas de saúde, mas também às mudanças climáticas descontroladas, níveis insustentáveis ​​de desigualdade e ciberespaço anárquico”.

É por esse motivo que o ex-primeiro ministro português considera que os países precisam de “reequilibrar o investimento em ciência e tecnologia e avançar com a transição para zero emissões” de gases com efeito de estufa, de acordo com as declarações citadas pela agência noticiosa ‘Efe’.

Esse é um dos temas que estará em cima na mesa no próximo Fórum Económico Mundial, que irá contar com sessões presenciais na Suíça e online. “Temos apenas um planeta e sabemos que as mudanças climáticas podem ser o próximo desastre global, com consequências ainda mais dramáticas para a humanidade”, disse Klaus Schwab, fundador do WEF, em comunicado.

O encontro de 2021, subordinado ao tema “The Great Reset” (“O grande reinício”), permitirá que milhares de jovens em mais de 400 cidades possam interagir com os líderes mundiais, segundo a informação divulgada pela organização da cimeira.

Ler mais
Recomendadas

Empresários alemães antecipam “desastre económico ” com Brexit sem acordo

Os empresários alemães consideraram hoje que se não houver “regras claras” relativamente ao comércio de mercadorias após o ‘Brexit’, haverá um “desastre económico” para as empresas do país.

Trump promete aprovar reforma da imigração baseada em “méritos”

Trump não revelou pormenores sobre a iniciativa ou os desafios que enfrentaria uma ordem executiva para mudar o sistema de imigração, da responsabilidade do Congresso dos Estados Unidos.

Trump comuta pena de prisão do seu amigo e antigo conselheiro Roger Stone

De acordo com a Procuradoria-Geral dos EUA, Stone atuou como ligação entre a campanha de Trump 2016 e a plataforma WikiLeaks, que divulgou e-mails roubados do Comité Nacional Democrático, prejudiciais para a campanha da candidata presidencial de Hillary Clinton.
Comentários