António Guterres: que desafios vai ter o português no segundo mandato como secretário-geral da ONU?

O português tomou posse esta sexta-feira para o segundo mandato como secretário-geral da ONU até 2026. O jornalista do JE, António Freitas de Sousa, analisa quais os desafios que se colocam a António Guterres neste novo mandato.

Relacionadas

Guterres presta juramento numa ONU que vacila entre a “crise perpétua” ou o “futuro sustentado”

O segundo mandato tem início num momento particularmente difícil, lembro Guterres, marcado pela pandemia de Covid-19 – que deixou a descoberto a dimensão das desigualdades e promoveu o seu aprofundamento.

António Guterres reconduzido para segundo mandato na ONU. Veja o discurso em direto

António Guterres discursa na sede da ONU no âmbito da sua recondução no cargo de secretário-geral. Veja em direto.

Guterres é hoje empossado para 2º mandato à frente da ONU com presença de Marcelo (com áudio)

“Está previsto que [Marcelo Rebelo de Sousa] profira uma intervenção na sessão plenária da Assembleia Geral das Nações Unidas que confirmará a designação do secretário-geral português para um segundo mandato à frente da ONU”, indicou a Presidência da República numa nota publicada quarta-feira no seu site oficial.
Recomendadas

Benfica SAD: vantagens e desvantagens da venda de 25% do capital. Veja o “Jogo Económico

Que vantagens e desvantagens existem na venda de 25% do capital da Benfica SAD? Este é o tema principal da edição desta semana do programa “Jogo Económico”, programa da plataforma multimédia JE TV.
Alexandre Faria

Candidato pelo PS a Cascais: “As opiniões do Presidente da República ou do pescador da praia onde ele se vai banhar são fundamentais e devem ser ouvidas”

Acompanhe o programa “Primeira Pessoa” na plataforma multimédia JE TV, através do site e das redes sociais do Jornal Económico.

Do definhar de Cuba aos tumultos na África do Sul. Veja “A Arte da Guerra”

Acompanhe o programa “A Arte da Guerra” na plataforma multimédia JE TV, através do site e das redes sociais do Jornal Económico.
Comentários