Apoios às empresas atingem 1.933 milhões de euros até junho

Os apoios às empresas atingiram os 1.933 milhões de euros no primeiro semestre, acima da execução global de 2020, segundo dados hoje divulgados pelo Ministério das Finanças.

© Portuguese Presidency of the Council of the European Union – Hugo Delgado

“Os apoios a empresas a fundo perdido para suportar custos com trabalhadores e custos fixos atingiram os 1.933 milhões de euros (ME), ultrapassando em mais de 500 milhões de euros a execução de todo o ano de 2020 (1.409 ME)”, indicou o Governo, num comunicado que antecede a publicação da síntese de execução orçamental.

Entre as ajudas às empresas, destaca-se o apoio extraordinário à retoma progressiva de atividade (432 milhões de euros), seguido pelo regime de ‘lay-off’ simplificado (364 milhões de euros).

Por sua vez, o incentivo extraordinário à normalização da atividade empresarial fixou-se em 161 milhões de euros.

Já, no âmbito do programa Apoiar, as ajudas aos custos fixos das empresas situaram-se em 976 milhões de euros, “seis vezes mais do que a despesa realizada em todo o ano de 2020 (143 milhões de euros)”.

Entre janeiro e junho, registaram-se 384 milhões de euros em medidas de apoio na receita, com destaque para a isenção da TSU (Taxa Social Única) e para o diferimento de pagamento de impostos.

O défice das contas públicas agravou-se para 7.060 milhões de euros no primeiro semestre, mais 150 milhões de euros no período homólogo, impactado pela terceira vaga da pandemia, de acordo com o gabinete de João Leão.

Recomendadas

IGCP faz hoje leilão de troca de dívida para estender maturidades

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública – IGCP realiza esta segunda-feira um leilão de troca de Obrigações do Tesouro para prolongar a maturidade da dívida para 2028 e 2034.

Endividamento das empresas privadas em máximos de 2014 (com áudio)

Desde março de 2014 que o endividamento das empresas privadas não atingia um valor tão elevado. No final de julho, as empresas do comércio e das indústrias eram as que mais contribuíam para este endividamento.

Novos limites da pesca da sardinha variam entre 1.575 e 4.725 quilogramas

Para as embarcações com comprimento superior a nove metros e inferior ou igual 16 metros o limite é 3.150 quilos (150 cabazes, quando aplicável).
Comentários