App portuguesa permite comprar casa sem sair de casa

A ITSCREDIT permite aos clientes bancários e em tempo real, através do telemóvel, consultar e gerir todas as operações de crédito em curso e simplificar a vida de quem compra uma casa.

Simplificar a vida de quem compra uma casa e acabar com as inúmeras deslocações aos balcões das agências bancárias para obter informações e entregar e assinar dezenas de documentos. Esta é a principal missão da startup portuguesa ITSCREDIT.

Esta app permite aos clientes bancários e em tempo real através do telemóvel, consultar e gerir todas as operações de crédito em curso e ainda a possibilidade de pedir e obter a aprovação de novos créditos, num processo que decorre 100% online.

“Esta solução possibilita efetuar alterações às condições de um empréstimo exclusivamente através da app, evitando, uma vez mais, a necessidade do cliente se deslocar ao balcão da agência”, afirma o CEO da empresa João Lima Pinto.

A ITSCREDIT especialista no desenvolvimento de software destinado ao acompanhamento de todas as fases do crédito bancário, foi criada no ano passado, como spin-off da tecnológica ITSector, encontrando-se sediada na cidade do Porto.

A empresa vai estar esta terça-feira em Londres, Inglaterra, e até quinta-feira, na edição europeia da Finovate, um evento centrado na tecnologia orientada para o setor financeiro que se realiza todos os anos em cinco edições, divididas por Nova Iorque, Londres, Silicon Valley, Hong Kong e Dubai, captando a atenção da indústria financeira à escala global para conhecer as mais recentes soluções propostas pelas mais inovadores fintech a nível mundial. uma das mais prestigiadas feiras mundiais de tecnologia financeira.

“Vamos simular em palco o pedido e a respetiva aprovação de um crédito para a compra de uma casa na cidade de Londres, demonstrando em poucos minutos toda a simplicidade que esta tecnologia proporciona a um processo desta natureza, desde a escolha da casa através da própria app, à simulação das condições oferecidas pelo banco em função da condição financeira do cliente, passando pela aprovação da operação e disponibilização do montante necessário para a concretização do negócio”, explica João Lima Pinto.

Ler mais
Recomendadas

Prepare a carteira. Vem aí (mais) um aumento nos combustíveis

A partir de segunda-feira, os combustíveis ficam novamente mais caros. Aumento é maior na gasolina, tanto nas cadeias de marca branca, como nas principais gasolineiras.

Dia da Propriedade Intelectual: Criei uma marca. O que posso fazer para a registar?

Os advogados do departamento de TMT & Propriedade Intelectual da sociedade CCA explicam o que fazer para registar uma marca. O primeiro passo? Verificar se preenche determinados requisitos para que o seu registo seja concedido. Comemora-se esta sexta-feira o Dia Mundial da Propriedade Intelectual.

Caixa Geral está a vender Mercedes para atingir metas da recapitalização

Campanha de crédito “imbatível” está a chegar por email a clientes. Banco justifica com metas “extremamente exigentes”. E diz que não está a promover o endividamento, pois clientes acederiam na mesma a outras opções de financiamento do mercado.
Comentários