“As pessoas devem poder fumar, beber e comer a carne vermelha que quiserem”, defende ministra da saúde norueguesa

Ministra da Saúde da Noruega critica intromissão dos governos na vida pessoal dos cidadãos. “A única coisa que nós, enquanto governos, devemos fazer é fornecer informações para que as pessoas possam fazer escolhas informadas”, defende.

DR NTB Scanpix

A ministra da Saúde da Noruega, Sylvi Listhaug, defende mais liberdade para os cidadãos poderem optar pelo estilo de vida que quiserem, mesmo que isso implique hábitos poucos saudáveis.

“As pessoas devem poder fumar, beber e comer a carne vermelha que quiserem. As autoridades podem gostar de informar, mas as pessoas sabem o que é saudável e não é saudável, julgo eu”, disse em entrevista à rádio norueguesa NRK, segundo a BBC.

A norueguesa populista, com visões anti-imigração, foi nomeada para o cargo de executiva de saúde na passada sexta-feira.

“O meu ponto de vista sobre a saúde pública é muito simples”, começou por explicar. “Eu não quero ser polícia da moral, nem dizer às pessoas como viver as suas vidas, mas quero ajudá-las a obter informações que formam uma base para fazerem escolhas”, afirmou na entrevista.

“Eu acho que muitos fumadores se sentem como párias. Sentem-se como que quase tivessem de se esconder, e eu acho isso estúpido. Embora fumar não seja bom, porque é prejudicial, os adultos têm que decidir por si mesmos o que fazem”, rematou a ministra ela própria uma ex-fumadora ativa.

A ministra, que diz fumar apenas socialmente agora, referiu ainda que os fumadores se sentem como “párias” e que têm de se esconder para fumar. “Acho isso estúpido”, comentou ainda.

“A única coisa que nós, enquanto governos, devemos fazer é fornecer informações para que as pessoas possam fazer escolhas informadas. É por isso que devemos, entre outras coisas, conceber uma estratégia para o tabaco agora, o que ajudará a evitar que jovens comecem a fumar e também pode levar adultos a pararem [com o hábito]”, argumentou.

Anne Lise Ryel, secretária-geral da Sociedade do Cancro da Noruega, criticou a ministra e afirmou que os comentários de Listhaug são potencialmente danosos para a saúde pública. “Muitos vão concordar com o que ela diz. Isso representa um retrocesso de muitas décadas na saúde pública”, afirmou Ryel à NRK.

Ler mais
Recomendadas

Estados Unidos estão a preparar resposta a “ataque sem precedentes” na Arábia Saudita

O secretário de Defesa norte-americano afirmou que conversou com o príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman.

Quem são os houthis, o grupo por trás do ataque ao petróleo saudita?

O conflito no Iémen radica em 14 séculos de afastamento entre sunitas e xiitas – mas é de petróleo que, centenas e centenas de anos depois do início dos desentendimentos com a Arábia Saudita, se está a falar.

Embaixador apela a investimento chinês no setor mineiro de Angola

João dos Santos, embaixador de Angola na China, participou no terceiro ‘roadshow’ para concessões mineiras, em Pequim.
Comentários