“As pessoas devem poder fumar, beber e comer a carne vermelha que quiserem”, defende ministra da saúde norueguesa

Ministra da Saúde da Noruega critica intromissão dos governos na vida pessoal dos cidadãos. “A única coisa que nós, enquanto governos, devemos fazer é fornecer informações para que as pessoas possam fazer escolhas informadas”, defende.

DR NTB Scanpix

A ministra da Saúde da Noruega, Sylvi Listhaug, defende mais liberdade para os cidadãos poderem optar pelo estilo de vida que quiserem, mesmo que isso implique hábitos poucos saudáveis.

“As pessoas devem poder fumar, beber e comer a carne vermelha que quiserem. As autoridades podem gostar de informar, mas as pessoas sabem o que é saudável e não é saudável, julgo eu”, disse em entrevista à rádio norueguesa NRK, segundo a BBC.

A norueguesa populista, com visões anti-imigração, foi nomeada para o cargo de executiva de saúde na passada sexta-feira.

“O meu ponto de vista sobre a saúde pública é muito simples”, começou por explicar. “Eu não quero ser polícia da moral, nem dizer às pessoas como viver as suas vidas, mas quero ajudá-las a obter informações que formam uma base para fazerem escolhas”, afirmou na entrevista.

“Eu acho que muitos fumadores se sentem como párias. Sentem-se como que quase tivessem de se esconder, e eu acho isso estúpido. Embora fumar não seja bom, porque é prejudicial, os adultos têm que decidir por si mesmos o que fazem”, rematou a ministra ela própria uma ex-fumadora ativa.

A ministra, que diz fumar apenas socialmente agora, referiu ainda que os fumadores se sentem como “párias” e que têm de se esconder para fumar. “Acho isso estúpido”, comentou ainda.

“A única coisa que nós, enquanto governos, devemos fazer é fornecer informações para que as pessoas possam fazer escolhas informadas. É por isso que devemos, entre outras coisas, conceber uma estratégia para o tabaco agora, o que ajudará a evitar que jovens comecem a fumar e também pode levar adultos a pararem [com o hábito]”, argumentou.

Anne Lise Ryel, secretária-geral da Sociedade do Cancro da Noruega, criticou a ministra e afirmou que os comentários de Listhaug são potencialmente danosos para a saúde pública. “Muitos vão concordar com o que ela diz. Isso representa um retrocesso de muitas décadas na saúde pública”, afirmou Ryel à NRK.

Ler mais
Recomendadas

Dívida pública do Brasil cresce 9,5% em 2019 e bate recorde de 920 mil milhões de euros

O valor representa um aumento de 9,5% em relação a 2018, quando a dívida foi de 3,877 biliões de reais (840 mil milhões de euros).

Emitido alerta de Tsunami nas Caraíbas depois de sismo de 7.7 de magnitude

De acordo com o Serviço Geológico norte-americano, citado pela Associated Press, o epicentro do sismo foi registado a 139 quilómetros a noroeste de Montego Bay, na Jamaica, e a 140 quilómetros a sudoeste de Niquero, em Cuba.

Trump anuncia plano de paz Israel-Palestina com dois Estados

No novo plano de paz de Donald Trump, Jerusalém Oriental passa a ser a capital de um Estado palestiniano, e a cidade santa a capital indivisível de Israel. Em Gaza os palestinianos mostram o seu descontentamento nas ruas.
Comentários