Associação de Jovens Empresários desafia estudantes para ‘pitch’. Farfetch, Super Bock ou Efacec vão estar a ouvir

A primeira edição do desafio ChallANJE realiza-se esta quarta-feira a partir das 8h30, no Porto.

Alunos do IPAM, da Universidade do Porto e da Universidade do Minho participam na primeira edição do ChallANJE, que será realizado na sede da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), esta quarta-feira, 5 de dezembro. O evento, que contou com o apoio da consultora júnior de marketing BASE IPAM, pretende contribuir para aproximar estudantes e empresas.

Cerca de 100 estudantes destas três instituições vão ser desafiados pela Farfetch, Super Bock Group, Continente, Efacec, Nova Era Rádio e Lemon Jelly Shoes a arranjarem soluções para problemas reais, sendo que os alunos serão divididos em equipas de cinco elementos e, ao longo de dez horas, terão de desenvolver propostas para apresentar em formato de pitch.

O desafio ChallANJE, que arranca às 8h30 com o tema “inovação”, insere-se na startANJE Business Week, que decorrer desde 4 de dezembro e se prolonga até ao próximo dia 8, entre a sede da ANJE e a Alfândega. Na agenda está ainda a 21ª Feira do Empreendedor, a “European Young Entrepreneur Conference” e o encontro CPLP Meeting.

Recomendadas

Fever vai investir cinco milhões em co-organização de eventos em Portugal

A ronda de financiamento contou também com a participação dos já investidores Accel Partners e 14W Ventures, além da Portugal Ventures e da Caixa Capital.

“Praia, comida e vinho ajudaram”. O que dizem os estrangeiros que montam negócios em Portugal

A próxima edição do “Launch in Lisbon”, organizado pela incubadora Startup Lisboa para ajudar empreendedores e freelancers estrangeiros que pretendam instalar um negócio em Portugal, realiza-se entre os dias 4 e 8 de março. O Jornal Económico falou com Jeferson Valadares e Wendy van Leeuwen, que já se renderam à capital portuguesa.

Estatuto de Jovem Empresário Rural prevê benefícios fiscais

Os jovens que conseguirem ter acesso a este estatuto contarão “com a abertura de concursos e/ou de apoios específicos”, com uma “majoração na atribuição de apoios”, a criação de “dotações financeiras específicas” na área do desenvolvimento territorial, destinadas ao apoio ao investimento.
Comentários