Avião da TAP regressa a Lisboa devido a “problema de hidráulicos” após descolagem

O voo seguia para Roma. Passageiros foram transferidos para outro aparelho.

Um avião Airbus 320 (A320) da TAP, com destino a Roma, em Itália, regressou esta sexta-feira ao aeroporto de Lisboa, devido a um problema no sistema de hidráulicos. O regresso ocorreu minutos depois da descolagem.

“A TAP confirma que o avião que fazia o voo TP836 Lisboa – Roma voltou a aterrar em Lisboa após descolagem, devido a questões técnicas. A aterragem decorreu em total segurança e tranquilidade e os passageiros estão já em fase de embarque noutro avião para realizarem a sua viagem”, refere a companhia aérea nacional em resposta escrita enviada à Lusa.

Segundo as mesmas fontes, o A320, que descolou às 12:50, “regressou ao Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, por precaução, devido a problema de hidráulicos”, sublinhando que a aeronave “não declarou emergência no ar, mas apenas urgência”.

A aeronave “não declarou emergência no ar, mas apenas urgência”.

Recomendadas

PremiumFornecedores ganham margem negocial sobre grandes superfícies

Diploma impede distribuição de tirar de forma unilateral dinheiro de contas-correntes com fornecedores. “Era uma prática aberrante”, diz a Centromarca.

Lesados do BES. António Costa “disse que acabou. Não há mais dinheiro”

Uma organizadora do movimento dos emigrantes lesados do BES em França contou hoje à Lusa que o primeiro-ministro, António Costa, lhe disse que não haveria mais dinheiro para além do que já foi acordado.

Trabalhadores da General Motors em greve a partir de segunda-feira

O sindicato United Auto Workers (UAW), o maior do setor automóvel, marcou hoje uma greve que abrange os cerca de 48 mil trabalhadores do gigante norte-americano General Motors (GM) na primeira paralisação em 12 anos.
Comentários