Banco Montepio financia 4,6 milhões para criação de empresas no programa de microcrédito “Sou Mais”

O programa visa a facilitação de acesso a crédito através das Linhas Microinvest e Invest+, para projetos de pequeno montante, de 20 mil até 100 mil euros, respetivamente, e a prestação de apoio técnico para a criação e consolidação de projetos.

O Banco Montepio anunciou que é líder de mercado no Sou Mais – Programa Nacional de Microcrédito.  Os resultados do Relatório de Atividades de 2020 do Sou Mais – Programa Nacional de Microcrédito revelam que o Banco Montepio se destaca positivamente das restantes sete instituições bancárias ao registar 34,51% do total do financiamento concedido de 2011 a 2020.

O programa visa a facilitação de acesso a crédito através das Linhas Microinvest e Invest+, para projetos de pequeno montante, de 20 mil até 100 mil euros, respetivamente, e a prestação de apoio técnico para a criação e consolidação de projetos.

O Relatório de Atividade de 2020 do SOU MAIS, divulgado pela CASES – Cooperativa António Sérgio para a Economia Social, revela que o Banco Montepio foi a Instituição Financeira que mais se destacou no Programa, com uma percentagem de 34,51% com 4,6 milhões de euros (4.624.743 euros) do total do financiamento de 13,4 milhões (13.400.723 euros) concedido nos últimos 10 anos.

O Banco Montepio, enquanto Instituição de referência nas áreas da Economia Social, do Microcrédito, do Empreendedorismo Social e da Inovação Social e, que, contribui diretamente na criação de projetos sustentáveis do ponto de vista financeiro, participa no Sou Mais – Programa Nacional de Microcrédito, desde 2011.

Acresce que, “em complementaridade ao serviço de proximidade oferecido pela rede de balcões, o Banco Montepio dispõe de um Departamento Nacional de Microcrédito, Empreendedorismo e Sustentabilidade (DMES), a partir do qual pretende continuar a desenvolver projetos e parcerias orientados para a promoção de financiamentos humanizados, personalizados e socialmente sustentáveis, na área do Microcrédito”, refere o banco em comunicado.

O Sou Mais é um programa de apoio a projetos de criação de empresas, elaborados não só por pessoas que tenham especiais dificuldades de acesso ao mercado de trabalho, mas também por microentidades e cooperativas (até 10 trabalhadores), que desenvolvam iniciativas viáveis com criação líquida de postos de trabalho.

A validação prévia é efetuada pela CASES – Cooperativa António Sérgio para a Economia Social, em articulação direta com o IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional.

Ao Banco Montepio, enquanto Instituição Financeira protocolada, cabe a responsabilidade da análise de viabilidade económico-financeira e a decisão de aprovação da linha de crédito dos projetos de criação de empresas.

Recomendadas

Banco italiano Intesa Sanpaolo sobe lucros para 3.023 milhões no primeiro semestre

As receitas ascenderam a 10.674 milhões de euros, mais 1,7% em comparação com os 10.494 milhões de euros obtidos no primeiro semestre de 2020, e os custos foram de 5.255 milhões de euros, menos 2,7%

Banco Angolano de Investimentos aliena participações sociais na Griner e Novinvest por 13 milhões

Estas operações inserem-se na estratégia de separação de atividade financeiras e não financeiras do grupo BAI, permitindo, simultaneamente, a criação e desenvolvimento de grupos não financeiros angolanos que contribuam para o crescimento do país.

Commerzbank agrava prejuízos para 394 milhões de euros no primeiro semestre

O Commerzbank, segundo maior banco comercial privado da Alemanha, informou que as receitas totais melhoraram no primeiro semestre para 4.353 milhões de euros (+5,5%).
Comentários