Bankinter lança Crédito Multilinha para Empresas

O banco quer dar às empresas maior flexibilidade e rapidez, e permitir aceder de forma simplificada ao crédito, “de forma a responder às suas necessidades correntes de tesouraria e de financiamento futuro”.

Alberto Ramos

O Bankinter lançou o Crédito Multilinha,”um produto que permite às empresas o acesso a diversas soluções de financiamento através de um único contrato e com um limite global de crédito”, revela o banco.

O banco quer dar às empresas maior flexibilidade e rapidez, e permitir aceder de forma simplificada ao crédito, “de forma a responder às suas necessidades correntes de tesouraria e de financiamento futuro”.

“O Crédito Multilinha permite às empresas a gestão integrada de um limite global de crédito, ao agregar vários produtos de crédito comercializados individualmente pelo Bankinter num só contrato, de acordo com as suas necessidades, através da plataforma online do Bankinter Empresas”, diz a instituição.

“As empresas podem ainda consultar informação actualizada do seu Crédito Multilinha, nomeadamente o montante e o nível de utilização de crédito associado a cada produto, bem como efectuar alterações à distribuição do limite global de crédito pelos vários produtos, sem depender de nova aprovação”, explica o Bankinter que se assume como “banco com matriz empresarial”.

Recomendadas

BES: MP e BdP pedem manutenção de coima a Salgado no processo da compra de ações da ESFG

O Ministério Público e o Banco de Portugal pediram esta segunda-feira ao Tribunal da Concorrência que mantenha a coima de 75.000 euros aplicada ao ex-presidente do BES no processo da compra de ações da ESFG pelo Grupo Alves Ribeiro.

Cosec com aumento de 80% nos Seguros Caução durante o primeiro trimestre

De acordo com o regulador, e considerando a produção em Seguro Caução, a quota de mercado da Cosec é agora de 54,3%, em comparação com os 22,3% registados no primeiro trimestre de 2019, o que significa um acréscimo de 32 pontos percentuais.

Adeus PIN. Limite de 50 euros nos pagamentos sem contacto passa a ser permanente

Depois do limite ter aumento de 20 para 50 euros no final de março devido à pandemia da Covid-19, foi hoje anunciado que este limite veio para ficar. Pagamentos sem contacto aumentaram 20% nos últimos meses.
Comentários