PremiumBCP disponível para vender participação de 29,8% na Inapa

O BCP é o segundo maior acionista da Inapa, depois da Parpública. O banco quer vender a participação de 29,77% da empresa.

O Millennium bcp está disponível para vender a sua participação na Inapa, soube o Jornal Económico junto de fonte conhecedora do processo. O BCP tem ao todo 29,77% dos direitos de voto da Inapa (com 8,47% de ações ordinárias e 49,47% de ações preferenciais). Desta participação o Fundo de Pensões tem 12,98% e o banco têm diretamente 16,8% dos direitos de voto da papeleira liderada por Diogo Rezende. O que estará à venda é a totalidade da participação imputada ao BCP, segundo as nossas fontes, e adiantam que já há entidades a avaliar a Inapa com vista à aquisição da empresa. Fonte do banco, questionado, disse apenas que “ter participações de capital em sociedades não financeiras não é o negócio do banco”.

O BCP é o segundo maior acionista da Inapa. Depois do Estado, o banco liderado por Miguel Maya tem 12.709.636 ações ordinárias (quase todas detidas pelo Fundo de Pensões do banco, uma vez que o BCP só tem 1.000 ações) e 121.559.194 ações preferenciais, das quais 45.810.827 ações são do Fundo de Pensões e as restantes (75,7 milhões) do BCP. É expetável que o interesse na compra da Inapa envolva também a participação da Parpública (Estado) que é de 33,33% dos direitos de voto), de forma a poder adquirir o controlo da empresa.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor.

Recomendadas

Governo avança com lei que permite aos bancos contabilizar como custo fiscal as novas imparidades

“A presente alteração visa sanar a divergência entre os sistemas contabilísticos e fiscais no que respeita ao tratamento de perdas por imparidades associadas a operações de crédito. Prevêem-se ainda regras disciplinadoras para as perdas por imparidade registadas nos períodos de tributação com início anterior a 1 de janeiro de 2019, e ainda não aceites fiscalmente”, diz o último comunicado do Conselho de Ministros

BPI vence Prémio Cinco Estrelas na categoria de Banca Digital

O BPI é líder na penetração do homebanking, com quase metade dos seus clientes particulares a serem utilizadores deste canal. O mesmo acontece no caso dos clientes empresariais, em que 84,5% usam os canais digitais do Banco. Isto segundo o estudo BASEF Banca relativo ao período de fevereiro a agosto de 2018.

BCP é a Escolha do Consumidor 2019 na categoria Grandes Bancos

O Banco registou o maior grau de satisfação dos inquiridos face à concorrência, com 7,33 (de 1 a 10), terminando com um índice de satisfação de 71,69% entre os dois mil consumidores consultados.
Comentários