BCP e AIP assinam parceria que garante financiamento de 120 milhões a PME

O protocolo prevê ainda o desenvolvimento e estruturação de uma emissão de Obrigações Agrupadas para pequenas e médias empresas, beneficiando os clientes e associados da AIP, para potenciar e facilitar o acesso das empresas ao crédito de investidores nacionais e estrangeiros.

A Associação Industrial Portuguesa (AIP), através do seu presidente, José Eduardo Carvalho, e o Millennium bcp, através do CEO, Miguel Maya, formalizaram esta quinta-feira um acordo de parceria no qual se garante, durante dois anos, a mobilização de linhas de financiamento e/ou garantia, até 120 milhões de euros, às empresas associadas da AIP, avança a associação em comunicado.

São vários os destinos deste financiamento do BCP, entre as áreas elegíveis para beneficiar dele está o apoio a operações de fusões e aquisições de empresas.

O protocolo prevê ainda o desenvolvimento e estruturação de uma emissão de Obrigações Agrupadas para pequenas e médias empresas (PME), beneficiando os clientes e associados da AIP, para potenciar e facilitar o acesso das empresas ao crédito de investidores nacionais e estrangeiros.

O BCP compromete-se a analisar e avaliar as propostas que lhe são dirigidas e a desenvolver propostas comerciais, para as empresas associadas e clientes da AIP que individualmente manifestem interesse.

A AIP explica que o financiamento do BCP é dirigido ao “apoio ao financiamento de curto, médio e longo prazo das empresas no âmbito dos programas desenvolvidos pelo próximo QFP 2021-2027 e outros Programas Quadro; ao apoio ao financiamento de novas empresas, com enquadramento na Linha de Apoio ao Empreendedorismo e à Criação do Próprio Emprego, através das soluções pré-existentes na Linha Microinvest e Linha Invest+”.

E ainda “ao estabelecimento de linhas de crédito para adiantamento de incentivos e para a antecipação de financiamentos comunitários, relativos a operações dos programas dos QFP 2020 e 2030; à prestação de garantias bancárias negociadas casuisticamente entre o Millennium bcp e o ordenante; à disponibilização de linhas de crédito específicas de apoio à tesouraria e fundo de maneio das empresas, bem assim como soluções de factoring e de confirming; a apoiar o financiamento ao investimento; e a apoiar as operações de fusões e aquisições de empresas”.

Recomendadas

Moody’s classifica nova emissão do Crédito Agrícola em “lixo” com perspetiva “estável”

Os títulos de dívida sénior sem garantia real estão a ser emitidas de forma a cumprir os requisitos de Requisitos Mínimos de Fundos Próprios e Passivos Elegíveis (MREL) emitidos pela autoridade de resolução, lembra a agência de ‘rating’.

Parlamento “apreciou” o relatório final da CPI ao Novo Banco reafirmando as conclusões

O relatório final da CPI ao Novo Banco foi elogiado pela sua utilidade pública da informação que revelou. Mas não escapou a críticas de “partidarite” nos relatórios preliminar e final.

PremiumAltarius Capital chega a acordo para comprar BNI Europa

Banco angolano de Mário Palhares chegou a acordo com a Altarius Capital para a venda do português BNI Europa. Processo está em análise e aguardar autorização do Banco de Portugal.
Comentários