BE com sentido de voto em aberto aguarda projeto do Governo

A coordenadora do Bloco de Esquerda (BE) afirmou este sábado em Málaga, Espanha, que o sentido de voto do partido quanto ao Orçamento de Estado está “completamente em aberto”, dependente de questões “fundamentais” para esta formação política.

“Nós continuamos com uma série de dossiês em aberto e portanto também o sentido de voto do BE está completamente em aberto, dependente da concretização daquilo que consideramos que é fundamental […]”, disse Catarina Martins à margem do congresso da família europeia do Bloco, o Partido da Esquerda Europeia.

A líder bloquista elencou em seguida as questões que espera respondidas quando receber a proposta final de Orçamento: “a recuperação de pensões e salários, os custos da energia, a resposta à habitação, a defesa do Serviço Nacional de Saúde, da escola pública”, disse.

Catarina Martins sublinhou que “só perante respostas concretas na proposta do Orçamento de Estado é que o BE vai definir o seu sentido de voto”.

No último debate quinzenal na Assembleia da República, na passada terça-feira, quando questionado pela líder bloquista, o primeiro-ministro, António Costa, afirmou que as preocupações do BE para o Orçamento estarão, “em grande medida, espelhadas” na proposta orçamental.

A proposta de Orçamento do Estado de 2020 do Governo minoritário socialista vai ser entregue na Assembleia da República na segunda-feira.

Depois seguem-se as fases de discussão na generalidade e na especialidade, que se vão estender até 06 de fevereiro de 2020, altura agendada para a sua votação final global.

Ler mais
Recomendadas

França regista recorde de novos casos de Covid-19

Com 16 mil infetados em 24 horas, os números da pandemia em França continuam a agravar-se todos os dias, fazendo temer novas medidas de controlo sanitário.

Reino Unido: Infeções por Covid-19 nas últimas 24 horas batem novo recorde diário

O total acumulado desde o início da pandemia covid-19 no Reino Unido passou hoje para 416.363 de casos de contágio confirmados e para 41.902 óbitos num período de 28 dias após um teste positivo.

Finlândia só vai permitir entrada livre a turistas de 13 países

A designada “lista verde” finlandesa integra os países onde foram detetados um máximo de 25 novos contágios por cada 100.000 habitantes e até agora incluía cerca de 20 Estados, como a Alemanha, um dos que ficou de fora.
Comentários