BEI e IFD disponibilizam 200 milhões de euros a PME portuguesas reestruturadas

Esta iniciativa vem no âmbito do Programa Capitalizar, operacionalizado pelo Ministério da Economia, que tem como objetivo proporcionar o acesso ao financiamento a pequenas e médias empresa que foram objeto de uma reestruturação e que necessitam de fundos para investir em inovação.

REUTERS/Kai Pfaffenbach

O Banco Europeu de Investimento (BEI) e a Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD) anunciaram, esta sexta feira, conceder financiamento às pequenas e médias empresas portuguesas que foram objeto de uma reestruturação bem-sucedida e que necessitam de fundos para investir em inovação, com o objetivo de se tornarem mais competitivas.

O financiamento é de 200 milhões de euros e o banco da União Europeia concederá um empréstimo de 100 milhões de euros de apoio à IFD.

Este novo instrumento prevê não apenas o apoio direto ao investimento em capital fixo associado ao desenvolvimento de projetos que visem a recuperação empresarial, mas também o apoio a necessidades de fundo de maneio resultantes do desenvolvimento de tais projetos.

Pedro Siza Vieira, Ministro da Economia apoia a iniciativa e explica que ”é fundamental apoiar as empresas que passaram pelo difícil processo de reestruturação. Esta linha de financiamento será um instrumento dirigido às empresas que ultrapassaram essa etapa, canalizando fundos para serem competitivas e, assim, iniciar esta nova fase da sua vida com mais solidez e confiança”, cita o comunicado.

A iniciativa vem no âmbito do Programa Capitalizar, operacionalizado pelo Ministério da Economia, e tem como objetivo proporcionar o acesso ao financiamento a empresas recentemente reestruturadas, que têm maiores dificuldades a aceder ao crédito bancário.

Recomendadas

Pactos Setoriais entre Governo e Clusters representam mais de um milhão de empregos

O Ministro Adjunto e da Economia, Pedro Siza Vieira representa o Governo neste protocolo e prepara-se para anunciar que em termos de emprego nacional, “verifica-se uma contribuição destes Clusters em cerca de 1.045.000 postos de trabalho, envolvendo ativamente um de conjunto de 748 empresas associadas e cerca de uma centena de entidades do Sistema de Investigação e Inovação”.

Confiança dos empresários alemães aumenta pela primeira vez em seis meses

O ifo Business Climate Index subiu em março, de 98,7 para 99,6 pontos. Este é o primeiro aumento após seis quedas sucessivas. As empresas estão um pouco mais satisfeitas com a sua atual situação de negócios, e estão decididamente mais otimistas em relação aos negócios nos próximos seis meses.

Saiba se o seu município lhe oferece um desconto no IRS

O prazo para a entrega da declaração de IRS começa na próxima segunda-feira, dia 1 de abril, e estende-se até 30 de junho.
Comentários