Beneficiários de prestações de desemprego com aumento de 40,9% em dezembro

De acordo com os dados, hoje divulgados, o subsídio de desemprego abrangeu 205.303 beneficiários, aumentando 42,8% em termos homólogos e 5,8% por comparação com o universo de beneficiários registado em novembro.

O número de beneficiários de prestações de desemprego aumentou 40,9% em dezembro face ao mesmo mês de 2019 e subiu 5,7% face ao mês anterior para um total de 241.324, indicam as estatísticas mensais da Segurança Social.

De acordo com os dados, hoje divulgados, o subsídio de desemprego abrangeu 205.303 beneficiários, aumentando 42,8% em termos homólogos e 5,8% por comparação com o universo de beneficiários registado em novembro.

Já o subsídio social de desemprego inicial (dirigido às pessoas que não reúnem condições para receber subsídio de desemprego) abrangeu 10 285 desempregados, constituindo subidas de 51,5% e de 5,8% e de em relação ao mês homólogo e ao mês anterior, respetivamente.

Por seu lado, o subsídio social de desemprego subsequente (atribuído a quem já esgotou o subsídio de desemprego) aumentou em dezembro 30,4% em termos homólogo e 7,6% face ao mês anterior, abrangendo 25.865 beneficiários.

“Por idades e comparando com dezembro de 2019, continuam a registar-se acréscimos das prestações processadas em todos os grupos etários, em particular nos grupos mais jovens: o grupo de 24 ou menos anos (98,7%), entre os 25 e os 34 anos (72,4%), entre os 35 e os 44 anos (45,7%), e entre os 45 e os 54 anos (34,1%)”, refere a síntese estatística elaborada pelo Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP) do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, que assinala que estes dados não incluem as prorrogações das prestações de desemprego.

O valor médio do subsídio processado por beneficiário foi em dezembro de 502,47 euros, semelhante ao verificado em julho e ligeiramente acima dos quatro meses imediatamente anteriores.

Os dados também divulgados hoje pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP) indicam que dezembro registou um aumento homólogo de 29,6% do número de desempregados inscritos nos centros de emprego e uma subida de 1,0% face a novembro.

De acordo com o IEFP, no final de dezembro, estavam registados nos serviços de emprego do continente e regiões autónomas 402.254 desempregados. Este número representa 69% de um total de 582.926 pedidos de emprego.

Em dezembro, o desemprego registado aumentou em todas as regiões, com destaque para o Algarve (60,8%) e Lisboa e Vale do Tejo (41,1%).

 

Ler mais
Recomendadas

PremiumExploração espacial: Todos os caminhos vão dar a Marte

O planeta vermelho está por estes dias cheio de trânsito: três missões – dos Estados Unidos, da China e dos Emirados Árabes Unidos – evoluem em paralelo, na tentativa de darem a perceber melhor as suas caraterísticas, até porque a NASA pretende trazer amostras recolhidas pela Perseverance de volta para a Terra. Entre o sonho humano de chegar sempre mais longe e a vontade política de comandar esse sonho, Marte é a próxima fronteira.

PremiumCuidados intensivos são última fronteira para a reabertura

Forte descida no número de infetados e de óbitos reflete-se de forma lenta nos casos mais graves e impõe “ponderação e prudência” ao Governo.

Supremo Tribunal de Justiça confirma prisão efetiva de cinco anos e oito meses de João Rendeiro

Embora o antigo presidente do Banco Privado Português (BPP) tenha sido condenado pelo Tribunal da Relação a uma pena efetiva de cinco anos e oito meses de cadeia, tal resultou do cúmulo jurídico das penas inferiores aplicadas aos vários crimes de falsidade informática e de falsificação de documentos dos quais foi considerado culpado.
Comentários