PremiumBig Four controlam vírus e donativos com aplicações

Deloitte, EY, KPMG e PwC criaram soluções que permitem gerir testes nas autarquias ou receber alertas sobre pessoas infetadas.

Menos de dois meses depois de os primeiros casos de coronavírus no país serem confirmados e os portugueses já podiam contribuir para a contenção do surto através do telemóvel. A par com as operadoras de telecomunicações, as grandes consultoras mundiais reuniram-se com a comunidade científica para criar aplicações que pudessem evitar a propagação do vírus e demonstrar pujança tecnológica num contexto de crise. Muitas têm o nome de um unicórnio por trás: Outsystems.

A Deloitte preparou a resposta à pandemia com uma panóplia de soluções cujo público-alvo é sobretudo as autarquias e decisores. É o caso da CitySynergy, para a gestão operacional das cidades, que organiza informaticamente os serviços de testes à Covid-19 sob a responsabilidade dos municípios, fazendo esses agendamentos e dando à autarquia uma perspetiva em tempo real sobre os casos de contaminação.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

PremiumTransição energética é uma “oportunidade” para Portugal

Bruno Martinho, da consultora Accenture, aborda os principais desafios e oportunidades da transição energética em Portugal. “Temos os ingredientes todos para capturar esta mais valia para Portugal”.
Stefan Wermuth/Reuters

Venda da Brisa põe valor das fusões e aquisições em Portugal a liderar em 2020, diz Mergermarket

O valor anual das operações de M&A em Portugal este ano é o mais elevado desde 2014 e representa uma subida de 8,3% em relação ao total transacionado ao longo de todo o ano de 2019, ao ter atingido cerca de 7.000 milhões de euros. Já valor do investimento estrangeiro subiu para 6.900 milhões e abrange 90% de todo o valor. Os dados são do relatório “Portugal Trend Report 2020”, das fusões e aquisições de 2020 em Portugal
Virgílio Macedo

Virgílio Macedo é o novo bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas

Ex-deputado do PSD derrotou o incumbente José Rodrigues Jesus, com 52% dos votos. Prometeu “defender a profissão, promover a sua credibilização junto de entidades privadas e públicas, sensibilizar legisladores e reguladores, apoiar os membros e pautar pela qualidade dos serviços”.
Comentários