Bill Gates volta a ser a pessoa mais rica do mundo

O cofundador da Microsoft ultrapassou Jeff Bezos, CEO da Amazon, no “Bloomberg Billionaires Index”. As ações da tecnológica ainda digerem as boas notícias vindas do Pentágono.

Bill Gates

Bill Gates está de volta à liderança do ranking dos mais ricos do mundo, mais de dois anos depois. O cofundador da Microsoft ultrapassou esta sexta-feira o CEO da Amazon e recuperou o primeiro lugar, depois de um deslize das ações da empresa de e-commerce.

Desde que o Pentágono surpreendeu o mercado e anunciou, no passado dia 25 de outubro, a decisão de assinar com a Microsoft um contrato de computação em nuvem no valor de 10 mil milhões de dólares, os títulos da tecnológica subiram 4%, dando a Bill Gates uma fortuna de 110 mil milhões de dólares. Além disso, a Microsoft valorizou 48% só este ano, subindo, assim, o valor da participação de 1% de Bill Gates.

Por outro lado, as ações da Amazon caíram cerca de 2% desde que essa notícia veio a público, o que colocou o património líquido do norte-americano Jeff Bezos – que seria muito mais rico se não se tivesse divorciado de MacKenzie Bezos –  em 108,7 mil milhões de dólares, segundo o “Bloomberg Billionaires Index”.

No fecho da Bolsa de Nova Iorque, a Microsoft subiu 1,29%, para 149,97 dólares, e a Amazon deslizou 0,89%, para 1.739,49 dólares.

O empresário francês Bernard Arnault, presidente e diretor executivo da LVMH, está em terceiro lugar na tabela, com uma fortuna de 102,7 mil milhões de dólares. O dirigente da holding de artigos de luxo que detém marcas como a Louis Vuitton e a Christian Dior é a pessoa mais rica da Europa.

Recomendadas

IMT proíbe circulação de veículos ferroviários sem controlo de velocidade (Convel)

No início desta semana, administração da IP revelou que tem uma solução credível, proposta pela Critical Software. Órgão regulador do setor dos transportes “requereu uma avaliação urgente da viabilidade da solução e, caso viável, a consequente implementação igualmente urgente”.

NBA lança-se no mundo das apostas com o serviço NBABet Stream

Com a legalização das apostas desportivas nos EUA em 2018, a NBA torna-se a primeira grande liga desportiva dos EUA a atacar o mercado.

Siza Vieira sobre a possibilidade de adeptos nos estádios: “É mais importante que os jogos se realizem em segurança”

“É mais importante garantirmos a segurança de que as atividades se realizem sem percalços e com limitações do que permitir flexibilidade e depois ter de voltar atrás”, realçou o ministro à margem da conferência sobre o ‘Futebol Profissional e Economia Pós Covid-19’ que decorreu em Oeiras.
Comentários