PremiumBNI já teve de aumentar o capital em 8,3 milhões

O BNI Europa, à espera que o BCE autorize a venda ao chinês KWG, já teve de aumentar o capital em 8,3 milhões de euros.

O BNI Europa, liderado por Pedro Pinto Coelho, tarda em ver a autorização do BCE à venda aos chineses, e já teve de fazer aumentos de capital no valor total de 8,3 milhões de euros. Este valor foi confirmado ao Jornal Económico por fonte oficial do banco. “Em junho e julho o banco teve aumentos de capital no total de 8,3 milhões como consta dos registos de aumento de capital”, refere fonte do BNI ao Jornal Económico.

De acordo com o plano de negócios está prevista a entrada de capital do novo acionista, que reforça a instituição. “A venda do Banco BNI Europa encontra-se na fase final de apreciação junto do Banco de Portugal [a decisão cabe ao BCE]”, diz o banco.

Conteúdo reservado a assinantes. Para ler a versão completa, aceda aqui ao JE Leitor

Recomendadas

Fitch: multa da Concorrência aos bancos pode dificultar resultados

“No total, os 225 milhões de euros em multas contariam menos de 20% dos lucros do setor de 2018”, disse a agência de notação. Ainda assim, e apesar dos progressos registados pela banca nacional recentemente, a Fitch considera que os bancos poderão melhorar em áreas de governança.

UTAO: Novo Banco atira défice para 0,8% do PIB no 1.º semestre

O valor estimado pela UTAO para o semestre fica aquém da meta do Governo para o conjunto do ano, de 0,2% do PIB, “sem, contudo, colocar em causa o seu cumprimento”, consideram os técnicos do parlamento.

BCP convoca assembleia de obrigacionistas para discutir fusão do BII

A assembleia geral de obrigacionistas realizar-se-à no dia 21 de outubro, pelas 9h00, no edifício 5 do Taguspark, onde se situam as instalações do banco. BCP garante que a fusão não terá impacto para os trabalhadores do BII e que a sua incorporação contabilística no banco liderado por Miguel Maya será considerada a partir do dia 1 de janeiro de 2019, se entretanto a operação for autorizada pelo Banco Central Europeu.
Comentários