Bolsa de Lisboa fecha em alta com CTT e REN a subirem mais de 2%

“As praças europeias encerraram na sua maioria em alta a sessão de hoje, com o IBEX a ser a principal exceção. A banca de investimento norte-americana mostrou números muito animadores relativos ao quarto trimestre e isso parece ter entusiasmado os investidores”, explicou Ramiro Loureiro, trader do BCP.

José Manuel Ribeiro/Reuters

A Bolsa de Lisboa encerrou a sessão desta terça-feira, dia 14 de janeiro, com ganhos, alavancada sobretudo pelas subidas dos CTT – Correios de Portugal (+2,09%, para 3,32 euros), da EDP – Energias de Portugal (+1,16%, para 3,94 euros) e da EDP Renováveis (+1,73%, para 10,60 euros).

O principal índice bolsista nacional terminou a semana com uma subida de 0,61%, para os 5.292,22 pontos. No PSI-20, que acompanha algumas das suas congéneres europeias, sobressaem ainda as retalhistas Jerónimo Martins (+1,09%, para 15,29 euros) e Sonae (+0,74%, para 0,89 euros).

Por outro lado, a Corticeira Amorim caiu 1,37%, para 11,52 euros, e a Galp Energia deslizou 0,96%, para 15,41 euros. Em contraciclo fecharam ainda a Mota-Engil (-1,13%), a F. Ramada (-1,37%) e o BCP (-0,54%).

“A tendência das bolsas deverá voltar a ser positiva hoje, graças aos resultados dos bancos americanos (Citi, JPM e Wells Fargo) e à expetativa de que amanhã seja assinada a denominada Fase 1 do acordo comercial sino-americano… Algo sobre o qual estamos relativamente céticos”, explicam os analistas do banco espanhol Bankinter, numa nota de mercado.

No mercado de capitais nacional importa ainda destacar que esta tarde decorre a cerimónia de admissão da espanhola Merlin Properties à negociação na Euronext Lisbon. Assim, a partir de amanhã passarão a estar cotadas no grupo pan-europeu oito SOMICI.

As restantes praças do ‘Velho Continente’ terminam o dia igualmente no ‘verde’. O índice alemão DAX “ganhou” 0,02%, o britânico FTSE 100 somou 0,11%, o francês CAC 40 subiu 0,08%, o holandês AEX cresceu 0,37%, o espanhol IBEX 35 desceu 0,17% e o italiano FTSE MIB avançou 0,13%. O Euro Stoxx 50 ficou marcado por uma desvalorização de 0,16%.

“As praças europeias encerraram na sua maioria em alta a sessão de hoje, com o IBEX a ser a principal exceção. A banca de investimento norte-americana mostrou números muito animadores relativos ao quarto trimestre e isso parece ter entusiasmado os investidores. As ações do Citigroup e do JPMorgan estavam a valorizar mais de 2% à hora de fecho da Europa, refere Ramiro Loureiro, trader do Millennium bcp. “Notas de imprensa falam da intenção do Governo espanhol em fomentar uma fusão entre o BBVA e o Bankia”, acrescenta o analista.

Quanto ao mercado cambial, o euro deprecia os ligeiros 0,03% face ao dólar (1,1130) e a libra esterlina “valoriza” 0,21% perante a divisa dos Estados Unidos (1,3016). Em relação aos preços do petróleo, a cotação do barril de Brent está a somar 0,86%, para 64,75 dólares, enquanto a cotação do crude WTI avança 0,50%, para 58,37 dólares por barril.

Ler mais

Recomendadas

Wall Street abre no verde com Dow Jones a valorizar mais de 1%

As ações na Bolsa de Wall Street abriram em alta nesta quarta-feira, com um lucro trimestral surpresa da Disney, o que provoca uma subida das ações que nesta altura está em +8,70%.

EDP impulsiona PSI 20 que acompanha Europa em alta

O principal índice bolsista português ganha 0,46%, para 4.399,77 pontos, em linha com as principais praças europeias,
Comentários