Bolsa de Lisboa fecha ‘flat’ com subidas no papel e cimento em destaque

O índice de referência nacional esteve entre as praças que menos subiram na Europa. No mercado cambial, o euro continua a valorizar face ao dólar.

O PSI 20 avançou apenas 0,17% esta segunda-feira e fechou nos 5.479,29 pontos, num dia de ganhos para as principais praças europeias. Apesar das subidas do setor do papel, pasta de papel e cimento, o retalho pesou no índice de referência nacional. No mercado cambial, o euro continua a valorizar face ao dólar.

“Foi um dia marginalmente positivo. As perdas no índice foram ligeiras, enquanto os ganhos foram um pouco melhores, mas nada de muito significativo”, explicou o gestor do BiG – Banco de Investimento Global, Steven Santos, sobre o dia do PSI 20.

A Semapa liderou os ganhos da Bolsa de Lisboa, com uma valorização de 3,69% para 19,680 euros, enquanto a Navigator subiu 1,40% para 4,482 euros e a Altri 0,11% para 4,735 euros. Entre os pesos-pesados do índice, destacam-se ainda os ganhos do BCP (0,17% para 0,286 euros) e da Mota-Engil (1,26% para euros).

Na energia, houve tendências contraditórias. A Galp Energia ganhou 0,98% para 14,995 euros, a REN 0,56% para 2,524 euros e a EDP Renováveis (que apresenta resultados esta terça-feira antes da abertura do mercado) 0,14% para 7,160 euros. Em sentido contrário, Steven Santos desta que a EDP deslizou 0,14% para 2,796 euros, após o Citigroup ter cortado o preço-alvo das ações, mas considerou que “o facto de a ação não ter caído de forma expressiva é um bom sinal”.

No retalho, a Jerónimo Martins tombou 1,22% para 17,380 euros e a Sonae caiu 0,16% para 1,212 euros. Ainda do lado das perdas, fecharam a NOS (0,79%), os CTT (0,59%) e a Corticeira Amorim (0,58%).

A Bolsa de Lisboa foi a que menos subiu na Europa, onde o índice Euro Stoxx 50 avançou 0,78%. A nível nacional, o alemão DAX subiu 0,41%, o francês CAC 40 ganhou 0,60%, o espanhol IBEX 35 avançou 0,85%, o italiano FTSE MIB ganhou 0,20% e o britânico FTSE 100 subiu 0,62%.

O euro valorizou 0,04% para 1,230 dólares, a manter a tendência de subida contra a par norte-americana, no dia em que o presidente do Banco Central Europeu (BCE) foi ouvido no Parlamento Europeu e o presidente da Reserva Federal norte-americana começou o testemunho de dois dias no Congresso dos EUA. Por cá, Mario Draghi alertou que o subaproveitamento no mercado de trabalho pode ter maior impacto na inflação que esperado.

“De forma geral, nota-se que os mercados estão em modo de espera para ver o que Powell tem a dizer no primeiro grande discurso desde que está no cargo e, eventualmente, já a prepararem-se para uma possível subida do dólar”, acrescentou o gestor do BiG.

No mercado secundário de dívida pública, os juros desceram de forma generalizada na zona euro. As yields das Bunds alemãs a 10 anos negociaram nos 0,65%, as da dívida francesa inalteradas nos 0,93%, as de Espanha recuaram para 1,5% e as de Portugal para 2%.

[Notícia atualizada às 17h30 com comentário]

Ler mais

Relacionadas

Subaproveitamento no mercado de trabalho pode ter maior impacto na inflação que esperado, admite Draghi

Presidente do BCE reafirmou assim a necessidade de manter o programa de compra de ativos da zona euro, atualmente planeado até setembro, a um ritmo mensal de 30 mil milhões de euros.

Financiamento dos bancos portugueses junto do BCE cai 0,54% em janeiro para 22 mil milhões

As operações de refinanciamento por prazo alargado representavam (LTRO) representavam em janeiro 100% do total dos recursos captados pelos bancos portugueses junto do BCE.

Wall Street abre em alta antes da primeira prova de fogo de Powell à frente da Fed

O testemunho do líder do banco central dos EUA no Congresso acontece numa altura de algum nervosismo nos mercados quanto às subidas nas federal funds rates, que poderão ter impactos nas ações globais.

Investimento de private equity em cotadas atingiu nível mais elevado desde 2007

Só no ano passado, a aquisição de participações em empresas cotadas por empresas de private equity chegou aos 180 mil milhões de dólares (cerca de 146 mil milhões de euros), duas vezes mais do que em 2016.

Praça lisboeta segue no “verde”, com Semapa a disparar 4%

O PSI 20 soma 0,52% para os 5.498,60 pontos e acompanha a tendência das congéneres europeias e (ainda) a do fecho do mercado norte-americano.
Recomendadas

Nasdaq foi o único a ‘verde’ no fecho da sessão em Wall Street

Amazon, Apple, Microsoft e Alphabet fecharam com ganhos. Já as ações da Beyond Meat – a marca que revolucionou a indústria ao criar alimentos vegan com sabor a carne – subiram 1,30% para 145,62 dólares, depois de ter anunciado um acordo com a McDonald’s e a Yum!Brands.

DBRS mantém rating de Portugal em nível ‘BBB’

“O impacto no perfil de crédito de Portugal dependerá da duração do choque [da Covid-19 na economia] e em se altera estruturalmente as perspetivas de crescimento a médio prazo e enfraquece as finanças públicas”, refere a agência de notação financeira.

CMVM proferiu decisões em 11 processos de contraordenação no quarto trimestre de 2020

A entidade presidida por Gabriela Figueiredo Dias revelou também que, no quarto trimestre de 2020, “foi decidido um processo em tribunal relativo à violação de deveres relativos à atividade dos organismos de investimento coletivo”, sendo que no final do ano passado “encontravam-se dois processos pendentes de decisão nos tribunais”.
Comentários