Bolsa de Lisboa terminou em baixa com Jerónimo Martins a liderar perdas

O principal índice da bolsa, o PSI20, fechou a cair 0,17% para 5.231,29 pontos, com oito ‘papéis’ a descerem, oito a subirem e dois inalterados (Ramada Investimentos e Corticeira Amorim).

A bolsa de Lisboa terminou hoje em baixa, com a Jerónimo Martins a liderar as perdas, a cair 1% para 14,85 euros.

O principal índice da bolsa, o PSI20, fechou a cair 0,17% para 5.231,29 pontos, com oito ‘papéis’ a descerem, oito a subirem e dois inalterados (Ramada Investimentos e Corticeira Amorim).

As ações da Sonae Capital e dos CTT foram outras das que mais desceram, designadamente 0,90% para 0,77 euros e 0,57% para 3,15 euros.

Em sentido contrário, as cotações das ações da Sonae SGPS, Pharol e Semapa foram as que mais subiram, respetivamente 0,99% para 0,92 euros, 0,60% para 0,10 euros e 0,44% para 13,62 euros.

Na Europa, as principais bolsas europeias fecharam hoje mistas e estiveram praticamente ‘paradas’ nesta sessão mais curta do que o habitual, já que só funcionaram até às 13:00 e só voltarão a abrir na sexta-feira, devido à época natalícia.

As bolsas de Frankfurt e Milão estiveram hoje fechadas.

Os mercados só funcionam dois dias completos esta semana, segunda-feira e sexta-feira, já que hoje trabalham só meia sessão e quarta-feira e quinta-feira estão fechados, fazendo com que o volume negociado seja menor que o habitual.

Os investidores estão à espera de mais notícias sobre a primeira fase do acordo comercial entre a China e os Estados Unidos.

Ler mais

Recomendadas

PremiumGoverno trava subida das taxas de supervisão em 2020 proposta pela CMVM

Em ano de prejuízos, a entidade reguladora vê a proposta de um novo modelo de financiamento congelada pelo Ministério das Finanças. São mais dois milhões de euros que ficam por receber.

PSI 20 fecha semana no ‘vermelho’ afetado pelo BCP e Galp

Praça lisboeta terminou a sessão a descer 0,87%, para 4.390,27 pontos nesta sexta-feira, seguindo a tendências das suas congéneres europeias.

Bolsa de Lisboa perde fôlego a meio da sessão e acompanha quedas da Europa

A penalizar a praça lisboeta estão títulos como o BCP, que perde 0,92%, NOS, que desvaloriza 1,64%, ou Mota-Engil, que cai 1,22%. A alemã Wirecard está a subir mais de 3% depois de a ‘Bloomberg’ avançar que Deutsche Bank está interessado na unidade financeira da empresa.
Comentários