Bolsa portuguesa acompanha Europa no ‘verde’

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX ganha 0,18%, o francês CAC 40 sobe 0,19%, o espanhol IBEX 35 valoriza 0,53% e o britânico FTSE 100 aumenta 0,41%.

A bolsa portuguesa segue em terreno positivo impulsionada pelas cotadas do grupo EDP, mantendo a tendência de abertura e em sintonia com as congéneres europeias a meio da sessão. O principal índice bolsista português (PSI 20) sobe 0,49%, para 5.129,82 pontos.

“Os principais índices de ações europeus negoceiam em alta, na primeira sessão de uma semana que deverá ser marcada pelas decisões de política económica e monetária da Fed”, comenta o analista de mercados da Millennium investment banking, Ramiro Loureiro.

Na bolsa portuguesa, destaque para a EDP Renováveis, com as ações a valorizarem 3,04% para os 19,33 euros. Segue-se a EDP que avança 1,59% para 4,591 euros, a Galp que sobe 1,53% para os 9,816 euros e a Jerónimo Martins que aumenta 0,76% para os 15,96 euros.

Entre as principais praças europeias, o alemão DAX ganha 0,18%, o francês CAC 40 sobe 0,19%, o espanhol IBEX 35 valoriza 0,53% e o britânico FTSE 100 aumenta 0,41%.

Ramiro Loureiro acrescenta que “no plano macroeconómico chegou a indicação de que a produção industrial na Zona Euro subiu mais que o esperado em abril. Na frente da pandemia o primeiro ministro britânico Boris Johnson poderá anunciar hoje o prolongamento das restrições impostas para conter as infeções por Covid-19, perante o aumento de novas infeções com a variante indiana do vírus”.

O preço do petróleo está a subir nos dois lados do atlântico. Em Nova Iorque, o WTI aumenta 0,62% para os 71,35 dólares por barril, enquanto o Brent valoriza 0,74% para os 73,23 dólares em Londres.

No mercado cambial, o euro deprecia 0,13% face ao dólar norte-americano, para 1,2122 dólares.

Recomendadas

Wall Street encerra ‘mista’ penalizada com números do emprego nos EUA

As empresas privadas nos Estados Unidos criaram 330 mil novos empregos, números que ficam aquém das expectativas dos analistas que, após reverem a previsão em baixa, apontavam para os 680 mil novos postos de trabalho. S&P 500 e Dow Jones fecham o dia no ‘vermelho’, enquanto o tecnológico Nasdaq encerra em terreno positivo.

PSI-20 contraria ganhos na Europa e fecha a perder 0,23%

O PSI 20 destoou da tendência europeia, onde os principais índices avançaram depois de dados animadores relativamente à recuperação económica europeia e colocaram o pan-europeu STOXX 600 em máximos históricos pelo terceiro dia consecutivo.

Levantamento de restrições e valorização da libra indicam recuperação do turismo britânico em Portugal

A fintech Ebury, especializada em pagamentos internacionais, diz que, tendo em conta a preferência dos portugueses por destinos de praia, os destinos mais vantajosos em termos cambiais são o Dubai (Emirados Árabes Unidos), as Caraíbas e Zanzibar, na Tanzânia.
Comentários